🤪

S07:E38 - It's time to learn Portuguese!

Listen on:

Alexia: Oi, Oi pessoal! Bem-vindos a mais um episódio aqui do Carioca Connection. Estou muito feliz em poder recebê-los mais uma vez. Eu sou a Alexia: Carioca, Brasileira e eu estou aqui com meu parceiro de vida…

Foster: Foster! Oi gente, tudo bem? Eu sou americano, aprendendo português sempre; para sempre; é um processo que nunca para.

Alexia: Sim. E pra quem não sabe nós moramos hoje em dia aqui no Porto em Portugal e o Foster, ele resolveu “dive in”, se aprofundar cada vez mais na língua portuguesa de todas as formas possíveis e hoje a gente tá falando de um assunto que foi ideia dele, na verdade. A ideia dele foi a gente falar mais sobre horas. A hora. Então pra quem perdeu os últimos episódios, a gente falou sobre o tempo, as diferentes formas de usar a palavra ‘tempo’ e as diferentes formas de sentidos de também falar tempo. E aí no último episódio ele tirou dúvidas gerais sobre hora como é que fala isso, como é que fala aquilo.

Foster: É. Algumas das minhas dúvidas. Ainda tenho muitas, mas foi um bom começo.

Alexia: Sim, e hoje por causa das dúvidas dele eu  trouxe um pouquinho mais de explicação sobre as formas de falar sobre hora.

Foster: Ótimo.

Alexia: E a primeira pergunta é, Foster:

Foster: Eu posso começar com uma…?

Alexia: Não! [risos] Você sempre faz isso comigo!

Foster: Eu só queria falar que a gente não tem duas coisas em inglês, tipo time: hora;tempo. Mas existem duas palavras em português; isso pode ser confuso.

Alexia: Sim.

Forster: Só isso. Pode continuar Alexia, eu peço desculpas.

Alexia: Então qual é a diferença entre “que horas são?” e “quantas horas são?”

Foster: Você está me perguntando?

Alexia: Sim!

Foster: Então..a pergunta é qual é a diferença entre “que horas são” e “A que horas são?” ou só “que horas são?” ?

Alexia: “Que horas são” e “Quantas horas são”

Foster: Bom, eu acho que “que horas são” quer dizer, por exemplo, hoje; “Que horas são?”; “São 4 da tarde”. A hora agora; e quantas horas são pra mim tem mais a ver com uma viagem, tipo: “quantas horas vai demorar pra chegar no lugar…” ta certo isso?

Alexia: Então, esses dois exemplos são completamente corretos, ou seja, um equivale ao outro.

Foster: obrigado. Então eu estou correto;

Alexia: A diferença é a semântica entre os dois. Então um é uma coisa definida; é uma noção definida do “- que horas são? - são 3 da tarde ”; e o outro é uma quantidade precisa. Então “quantas horas são de aulas?” “são 13 horas de aulas”

Foster: Ah, agora eu entendi. Então pode ser pra uma viagem, mas também para qualquer coisa..

Alexia: Quantas horas são de avião até os Estados Unidos? São 6 horas de viagem.

Foster: Nossa, é interessante isso. É uma das coisas que eu entendo perfeitamente mas eu nunca usaria essa frase com essa estrutura.

Alexia: Então, quando você quer apontar uma quantidade de horas sem ser em relação ao tempo, ao horário; Por exemplo: “Quantas horas você trabalha por dia? Eu trabalho 6 horas por dia”; “O seu salário, ele é referente a quantas horas semanais? É referente à 40 horas semanais.”

Foster: Pode repetir essa?

Alexia: O seu salário é referente a quantas horas semanais? É referente à 40 horas semanais.

Foster: Nossa, Referente?

Alexia: Sim. A referência de um livro; referente.

Foster: Sim, mas nossa! É outra palavra que eu conheço mas eu nunca ia usar na minha vida real!

Alexia: Sim [risos] “minha vida real…” This is your real life!!

Foster: tipo, não está no meu vocabulário no dia a dia.

Alexia: E aí o último exemplo que eu te dou é: Você treina, você faz exercícios durante quantas horas?

Foster: não muitas.

Alexia: [risos] Então é assim que eu faço a diferença: que horas são significa o horário: você quer olhar para o relógio, falar e definir o horário que tá apontando e quantas horas são eu falaria em coisas mais gerais: um vôo, um trabalho; “Quantas horas são daqui até Braga?” “-Ah são só 40 minutos”

Foster: Tá. Então, por exemplo, está correto dizer “que horas são a aula de pilates?”

Alexia: Não. “A que horas vai ser a aula de pilates?”; Porque aula, singular, vai ser em um horário, então “a que horas vai ser a aula de pilates”.

Foster: Então A que horas vai ser a aula de pilates;

Alexia: Porque o pilates é o sujeito da frase, então é o singular.

Foster: Entendi. O “Referente”. Daí também poderia falar “são duas horas de aula” de pilates, no caso.

Alexia: Exatamente. sim

Alexia: E aí tem duas diferenças que eu gostaria de apontar aqui. Uma é: Chegar na hora e a outra é chegar a tempo.

Foster: [risos] É mais uma coisa que depois de tanto tempo falando português eu nunca sei qual usar.

Alexia: Eu vou falar aqui sem nem olhar pro nosso roteirinho que a gente tem, que a gente obviamente tem. Então, por exemplo: Foster eu vou chegar na hora certa pra nossa reunião.

Foster: Tá bom.

Alexia: Então eu vou chegar na hora. às 3 horas da tarde eu vou estar lá. Às 3.

Foster: Na hora certa quer dizer pontual?

Alexia: Exatamente, eu vou chegar na hora. Se você já falar “eu acho que eu vou chegar na hora” ou seja, já não é pontual. Você acha que vai chegar na hora.

Foster: E quando brasileiro que ele vai chegar na hora, não é sempre assim.

Alexia: Então quando você fala que “eu vou chegar a tempo" significa que você vai estar ali no horário combinado mais ou menos. “Eu vou chegar à tempo de embarcar no avião”, “eu vou chegar à tempo de fazer a prova”, “eu vou chegar a tempo de fazer a comida para o jantar”

Foster: Então eu acho que eu posso dar uma tradução mais ou menos direta pelo menos com o inglês americano.

Alexia: I’ll be on time.

Foster: I’ll be on time é chegar na hora certa, específica. Be ON time. “I’ll be there at 3 o’clock..on the dot”; e chegar a tempo: “I’ll be there in time”, tipo “talvez não vou chegar muito cedo mas vou chegar a tempo”

Alexia: Então, chegar na hora significa chegar no momento em que se deveria chegar. Ou seja, no momento que se é esperado. Você marcou às 3, eu vou estar lá às 3. Por exemplo: apesar de ter avisado a turma que se atrasaria em 15 minutos, o professor conseguiu chegar na hora; então ele estava lá às 9h da manhã pra dar aula ao invés de 9h15 como ele achava que ia chegar; ele conseguiu chegar na hora combinada.

Foster: Entendi.

Alexia: chegar a tempo significa chegar em um momento em que ainda haja tempo suficiente pra fazer aquela ação, por exemplo: “eu vou chegar a tempo de fazer o jantar, não se preocupa”. Eu não sei a que horas vai ser…eu não sei se vai ser às 7h ou às 7h30, mas às 8h a comida vai estar pronta, não se preocupa.

Foster: Então basicamente você está dizendo “eu vou chegar com tempo sobrando” é mais ou menos isso né?

Alexia: É. O exemplo que eu deixei aqui foi: Os portões fecharam à 1h em ponto. 1h da tarde em ponto.

Foster: Desculpa Alexia, mas o que é um portão?

Alexia: Os portões da faculdade, os portões do prédio. Aqueles portões grandes que eles usam pra fechar o prédio a noite.

Foster: Eu entendo a palavra porta, mas portões…

Alexia: Os portões, o portão da casa.

Foster: Portão é uma porta grande?

Alexia: Lembra quando a gente foi pra Tomar? Pro nosso Airbnb. Não tinha aquela porta da garagem, de ferro?

Foster: Lembro

Alexia: Aquilo é um portão.

Foster: Porque é muito grande…

Alexia: Eu não sei explicar. Um portão é um portão. Um portão é uma porta grande, normalmente de ferro que…

Foster: Um pouco mais eloquente.

Alexia: …que normalmente se é usado nas faculdades, nos hospitais, etc, para se fechar quando acaba o expediente.

Foster: Tá bom.

Alexia: Ah, nossos vizinhos tem um portão pequeno. Aquele portão de ferro pra eles entrarem.

Foster: Ah, nossa! É tão interessante porque na minha cabeça eu teria falado “as portas vão abrir…”

Alexia: Não, a “porta” é a porta de casa. A porta da sala de aula. Mas o portão de entrada…é porque em faculdade americana não tem portão pra fechar né, é tudo aberto! [risos] Já no brasil tem portão pra fechar. Enfim, então vamos lá: Os portões fecharam à 1h em ponto; muitos candidatos não conseguiram chegar a tempo e não foi permitido eles fazerem a prova. Então eles não chegaram com tempo suficiente para fazerem a prova.

Foster: E, no caso, candidatos, quer dizer alunos?

Alexia: Não, os candidatos; os futuros alunos.

Foster: ah, eles tão fazendo uma prova para serem aceitos. Tá bom, eu acho que eu entendi. Mas foi um exemplo que gerou mais dúvidas também

Alexia: não tem problema. Bom você acha que a gente ainda tem tempo pra falar mais alguns exemplos ou fica pro próximo episódio?

Foster: Nossa, só o negócio de chegar na hora e chegar a tempo já é muita coisa pra um dia pra mim.

Alexia: Então ótimo! Então próximo episódio eu venho com exemplos.

Foster: Não temos mais tempo para hoje mas a gente vai se ver no próximo episódio

Alexia: Tchau!

Foster: Obrigado Alexia!