🎶

S07:E36 - A brief analysis of Oração ao Tempo from Caetano Veloso

Listen on:

Oi, pessoal! Bom, hoje é um episódio sozinha, eu com eu mesma.

O Foster não vai participar do episódio de hoje porque eu ontem resolvi fazer uma pequena análise, no caso, de uma das minhas músicas preferidas é… Que se chama Oração Ao Tempo do Caetano Veloso.

Então, se você ainda não escutou essa música, dá um pause aqui, vai lá no Spotify, YouTube… Coloca, escuta com a letra e depois volta pra cá, tá?

Não tem problema algum você dar um pause ir lá e voltar.

Bom então todos nós já estamos prontos e eu vou começar falando um pouquinho sobre o que eu peguei dessa música, dessa letra, do Caetano.

💡
sobre o que eu peguei dessa música, dessa letra, do Caetano. - about what I got from this song, this lyrics, from Caetano.

Primeiro que a gente compreende o tempo como noção de presente, passado e futuro, né, como a sucessão de dias. Um atrás do outro sem parar. Porque é aquilo, né, o tempo não para. Se a gente não envelhecesse, não haveria tempo. Então, isso aí é uma coisa bem interessante da gente parar para pensar, porque, o tempo só existe porque nós envelhecemos. Nós ficamos mais velhos.

💡
sucessão de dias. - succession of days.
💡
envelhecesse - to get old

Então, a música se inicia afirmando o quanto Caetano admira a sucessão de dias da ação do tempo. Ele também consegue materializar e afirmar os poderes e a velhice do tempo. Então ele até chama o tempo de senhor. E pra ele confirmar essa beleza, ele compara com a beleza de seu filho. Então o tempo é tão bonito quanto o filho dele. Isso é… Acho que isso é um dos maiores elogios que alguém pode dar à algo, né?

💡
admirar - to look up to
💡
elogios - compliment

Ele também afirma a supremacia do tempo e o coloca como criador e compositor de todos os acontecimentos futuros. Então, o tempo é o ditador de tudo aquilo que acontece. E por compreender esse poder, ele deseja uma relação favorável com as consequências da ação do tempo. Então ele espera que com o passar do tempo, tudo aquilo seja bonito, seja algo bom pra ele, e que não o machuque e que não faça nada de mau.

💡
supremacia - supremacy
💡
machuque - hurt

Uma das mensagens que ele quer passar é que o tempo é um dos Deuses mais lindos, no sentido estético, por ele ser muito criativo e não ter fim. A gente não pode ver o tempo, né? O tempo é algo que se passa, é algo que a gente não consegue pegar… Então, para você ter uma noção de Caetano por ser ateu, não faz parte de nenhuma religião, ele colocar o tempo como “um dos Deuses mais lindos”, isso é uma coisa também muito bonita.

💡
no sentido estético - in the aesthetic sense
💡
ateu - atheist

Já na segunda estrofe, o Caetano utiliza a palavra "entro" e não o desejo de "entrar". Então, dessa forma ele reconhece indiretamente que a sua vida se passa dentro da noção do tempo. Então ele fala “entro em acordo contigo”. Ou seja, ele tá realmente aceitando aquilo que o tempo tem para oferecer para ele. Ele também expressa o seu desejo de que o tempo seja percebido dentro da poética de sua canção. Então: que o próprio tempo escute e guarde a informação de que ele será ainda mais lembrado por ser tema de sua canção. Então assim, ele tá falando: “tempo, cuida de mim porque eu escrevi uma música para você e eu tô te colocando como o Senhor dos Senhores. Então eu tô entrando em acordo contigo. Se você cuidar de mim eu cuido de você.”

💡
“entro em acordo contigo” - I agree with you

Caetano também revela paciência ao deixar subentendido que vai aguar o tempo compor a sua história. Que ele, no momento certo…

Tá pra lá! Correram todas pra lá!

Foster: {ENGLISH}

Bom, como eu tava falando… O Caetano, ele também revela paciência ao deixar subentendido que vai aguardar o tempo compor a sua história. Que ele, no momento certo, mostre o resultado da sua evolução. Ou seja, nada mais do que o simples fato da morte que ele tá falando isso. A evolução do tempo, nada mais é do que chegar à morte, né, da forma que o Caetano tá falando.

E Caetano também tem consciência de sua finitude, ou seja, do seu fim. E, embora Deus seja o tempo, contínuo e inventivo, este Deus também vai encontrar o seu término quando ele, Caetano, morrer. Já que ele não vai mais conseguir perceber o tempo. Então, o tempo vai ter fim quando o autor parar de perceber o tempo. Parar de perceber que o tempo tá passando.

Essa música é uma das mais lindas que eu já conheci, que eu já escutei… O Caetano tem um dom mágico de escrever músicas maravilhosas e as melodias também são lindas demais. Então eu queria apresentar essa para vocês, espero que vocês tenham gostado. E é isso! Um pouquinho mais da cultura brasileira para vocês!

Então, até o próximo episódio! Tchau!