🥷

S04:E36 - Podcasts Brasileiros que gostamos e indicamos {Parte I}

Listen on:

Alexia: Oi pessoal, mais um episódio aqui do Carioca Connection, sejam muito bem vindos, e eu estou aqui… Claro, eu sou a Alexia, vamos começar assim, e eu to aqui com o nosso queria Foster. Oi Foster, como é que você tá hoje?

Foster: Olá, bom dia pessoal! Bom dia, boa tarde boa noite. Eu estou bem e você Alexia?

Alexia: Também, hoje tá um dia meio nublado, meio tristonho, mas tá tudo bem.

Foster: Tristonho?

💡
tristonho - sad

Alexia: Sim, meio triste.

Foster: Ah, legal, não sabia essa palavra não. Muito bom, então hoje, Alexia, a gente vai falar sobre um assunto que eu amo, que eu acho que a gente ama.

Alexia: Eu acho que todo mundo que escuta a gente também ama.

Foster: É, que é...

Alexia: São os podcasts em português que nós mais gostamos e queremos indicar para vocês.

💡
indicar - to recommend

Foster: Sim, um podcast sobre podcast, que coisa.

Alexia: Ou seja, nada melhor do que isso.

Foster: É, e eu acho que é um assunto importante porque a gente está falando sobre podcast brasileiros que gostamos né. Então são podcasts pra nativos.

Alexia: Sim, são podcasts…

Foster: Em portugues 100%.

Alexia: Exatamente, são podcasts para quem quer se desafiar e escutar realmente um português falado rápido, sem pausas, digamos assim, porque eu faço muita pausa aqui na hora que eu to falando português, então você que tá atrás de um desafio, esses podcasts que nós vamos dar como opções são maravilhosos pra vocês. E além disso, fala muito do nosso Brasil, fala muito do país, fala muito das histórias do nosso país, então vai ser muito legal, muito bacana.

💡
desafio - challenge

Foster: Sim, e eu recomendo muito que nossos ouvintes escutem os podcasts. Talvez vai ser um desafio difícil, pelo menos no início, mas eu prometo que depois de, sei lá, escutar 5 episódios, você vai ficando mais confortável com as pessoas, as personagem, as vozes né?

💡
No plural é 'as personagens.'

Alexia: Sim, "as personagens." isso é uma, uma boa coisa que você falou. Em português "personagem" é sempre feminino.

Foster: É?

Alexia: Nunca masculino. É, mas claro que a gente não para pra pensar nisso na hora de falar, a gente fala "ah, aquele personagem do filme foi muito bom." A gente não fala "aquela personagem que é o ator x."

Foster: Ah, então é... Até os brasileiros cometam esse erro.

💡
erro - mistake

Alexia: Cometem.

Foster: Cometem.

Alexia: Sim.

Foster: Legal, interesante.

Alexia: É interessante.

Foster: Então Alexia, a primeira podcast que a gente vai falar sobre é...

Alexia: O primeiro podcast que a gente vai falar sobre.

Foster: O primeiro podcast... Ainda é cedo!

💡
ainda é cedo - it's still early

Foster: Vozes: Histórias e Reflexões.

Alexia: Sim.

Foster: Bom, eu amo o Vozes, é uma produção do CBN.

Alexia: Da CBN.

Foster: Da CBN, por que?

Alexia: Só porque é a letra C, entendeu? Da CBN.

Foster: Ah, eu estava pensando no canal.

💡
canal - channel

Alexia: Se você pensar "do podcast CBN," sim, mas...

Foster: É.

Alexia: É um detalhe.

Foster: Nossa Senhora, muita coisa de gênero hoje. Bom, CBN quer dizer o que?

Alexia: Então, eu jurava que era alguma coisa assim, "Central Brasileira de alguma coisa," mas na verdade é "Christian Broadcasting Network."

Foster: Christian Broadcasting Network.

Alexia: Eu jamais imaginava que seria.

Foster: É um canal cristão?

Alexia: Eu não pesquisei muito sobre eles em si, mas eu sei que é dos Estados Unidos, claro, e se tem "Christian" no nome, provavelmente é um canal cristão.

Foster: Legal, não sabia não.

Alexia: Sim, olha aí.

Foster: Caraca.

Alexia: E aí a CBN no Brasil né, existe a CBN Brasil, e ela se divide entre CBN São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, enfim. Então é uma rádio muito famosa no Brasil, que muitas pessoas escutam de manhã a rádio em si, não o podcast especificamente, e aí eles começaram a entrar nesse mundo do podcast, e nós estamos muitos felizes porque o Vozes é um dos podcasts preferidos do Foster.

Foster: Sim. Não é igual, mas eu acho que seria parecido com o NPR, o rádio nacional aqui nos Estados Unidos, que a maioria das pessoas escutam o rádio, mas daí eles vão mergulhando nesse mundo de podcast.

💡
mergulhando - diving

Alexia: Sim. Bom, e em falar em mergulhar, esse podcast é para quem quer mergulhar em boas histórias e a série né, que eles chamam esse podcast de série, é um preciosismo deles, na verdade.

Foster: Uhun.

Alexia: E a série tem a missão de promover a reflexão e conectar as pessoas às experiências umas das outras.

Foster: Exatamente, todos os episódios são histórias. É um podcast com um conceito de storytelling, apresentadas… A apresentadora é Gabriela Viana, se não me engano.

Alexia: Isso.

Foster: E ela é maravilhosa, ela é muito boa, eu gosto muito da voz e também da produção dela, mas uma coisa que eu adoro é que a qualidade da produção é muito muito boa, é muito alta.

Alexia: É muito boa mesmo, tá bem longe da nossa produção.

Foster: Um dia a gente vai chegar lá.

Alexia: É, pensa o seguinte, eles fazem parte de uma das maiores produtoras de rádio do Brasil e do mundo, então claro que eles tem acesso à muito mais coisa do que a gente que estamos no seu quarto agora, na casa dos seus pais, com dois microfones e um computador, então...

💡
quarto - bedroom

Foster: É, o nosso orçamento não é igual, é um pouco mais baixo.

💡
orçamento - budget

Alexia: Sim.

Foster: Mas enfim. Eles tem um episódio, eu acho que cada semana, eu acho que é um programa semanal, e cada episódio se trata de um tema talvez polêmico, sensível.

Alexia: Cada episódio "trata de."

Foster: Trata de.

Alexia: Não tem o "se." "Trata de um assunto."

Foster: Tá bom. Por exemplo, eles tem um episódio que eu adoro sobre a ansiedade, eles contam várias histórias de várias pessoas que sofrem com ansiedade.

Alexia: E aí não só as histórias, eles procuram médicos e psicólogos e psiquiatras.

Foster: Sim, especialistas. E também, eu acho que em todos os episódios tem um debate, mas depois de cada episódio eles tem um debate, quer dizer que a apresentadora, Gabriela Viana, e alguns especialistas ficam num palco falando sobre o tema do episódio. Então você tem duas coisas por cada episódio.

💡
O Foster também poderia falar "você tem duas coisas por episódio."

Alexia: Sim, então existem, na verdade, dois episódios para cada assunto.

Foster: Exatamente.

Alexia: Sim, o Vozes vale muito a pena se você tá procurando uma super produção e a Gabriela tem uma voz muito clara, porque ela é jornalista, claro, então ela foi treinada pra falar de forma clara, e de forma simples e fácil sobre assuntos mais específicos. Então, ao mesmo tempo que será um desafio pra vocês, quem tá escutando e vai escutar Vozes depois, não vai ser tão difícil assim, porque a Gabriela é um máximo nesse sentido, então vocês vão gostar bastante.

💡
clara - clear difícil - difficult bastante - a lot "Bastante" significa "a lot," enquanto "o bastante" significa "enough." Eu andei bastante → I walked a lot Eu andei o bastante → I walked enough

Foster: Sim, eu acho que ela é carioca, e até eu acho que ela gravou um episódio sobre isso, que ela nasceu no Rio de Janeiro e daí ela mudou com, sei lá, com 10 anos.

💡
Quando nos referimos a mudar de casa, de cidade ou país, normalmente usamos o verbo no reflexivo. Então ficaria melhor dizer "ela se mudou..."

Alexia: Pequena.

Foster: Pra São Paulo e daí ela foi treinado em como falar.

Alexia: Treinada.

Foster: Treinada de como falar corretamente essas coisas e é muito interessante.

💡
O Foster deveria ter dito 'Treinada a falar corretamente...'

Alexia: É mesma história do meu primo, o Cadu. O Cadu, ele é carioca.

Foster: Ah é?

Alexia: É, ele é carioca, só que cresceu e foi criado em São Paulo, por isso que ele tem o sotaque paulista.

Foster: Ótimo.

Alexia: Sim. O segundo… A segunda dica que a gente quer dar hoje é de um podcast que a gente já falou aqui algumas vezes durante as nossas temporadas.

💡
temporadas - seasons

Foster: Eu acho que sim.

Alexia: Sim, tenho certeza que sim, que é o Projeto Humanos, que é um podcast de storytelling dedicado a contar histórias reais de pessoas reais. É produzido pelo Ivan Mizanzuk e...

Foster: Não, como é que fala isso em português?

Alexia: Não faço ideia, Mizanzuk.

Foster: Não, mas ele fala tipo, "Mizanzuk."

Alexia: Não sei.

Foster: Eu não lembro, mas é bem com um sotaque brasileiro.

Alexia: E é feito desde 2015, ou seja, um dos precursores do podcast no Brasil.

💡
precursores - pioneers

Foster: Precursores.

Alexia: Sim.

Foster: Hmm, que palavra bonita.

Alexia: Quando eu to sentada aqui nessa cadeira pra gravar o Carioca Connection, essas palavras saem da minha boca.

Foster: Seu vocabulário aumenta automaticamente.

Alexia: Eu me sinto uma jornalista também, então… E é uma produção do AntiCast.

Foster: Sim, o AntiCast que, eles tem vários programas, eu não lembro exatamente quais são os outros agora, mas o Projeto Humanos é meio tipo o primeiro podcast storytelling de contos, de histórias...

Alexia: De "storytelling."

Foster: Storytelling, é, do Brasil. Então eu comparo com This American Life, nos Estados Unidos, que realmente foi o podcast que começou o mundo de podcasting.

Alexia: Sim, eu, Alexia pessoalmente, não escuto tanto o Projeto Humanos quanto o Foster, então ele talvez possa dar mais dicas sobre episódios ou de alguma história eu ele lembre, porque eu realmente não escuto tanto quanto ele.

💡
lembre - remember

Foster: Sim, uma coisa que eu amo sobre o Projeto Humanos, eu acho que a primeira temporada foi tipo episódios aleatórios.

Alexia: Foram.

Foster: Foram, mas eu estou falando sobre…

Alexia: A primeira temporada teve episódios aleatórios.

Foster: Tá bom, tá bom. Mas todas as temporadas depois, tipo não lembro quantos eles tem agora.

Alexia: "Quantas."

Foster: Nossa Senhora, Alexia você está rígida hoje.

Alexia: Isso que você faz comigo no Inglês Nu e Cru Rádio.

Foster: Eu acordei agora.

💡
acordei agora - I just work up

Alexia: Eu também sempre "acordei agora."

Foster: Mas enfim, eles tem uma série tipo, sei lá, seis ou sete episódios sobre a Segunda Guerra Mundial e sobre… Ah, como é que fala essa palavra... Refugiados?

Alexia: Refugiados.

Foster: Refugiados que foram pro Brasil, que é interessantíssimo.

💡
'A série' é um substantivo feminino, logo 'interessantíssima.'

Alexia: É, na verdade eu to olhando aqui no site deles agora e eles dividem em uma, duas, três, quatro, cinco, seis temporadas, só que são nomes de temporadas. Se você entrar, por exemplo, em "Especiais," que é o nome de uma temporada que eles dão, tem duas temporadas, entendeu?

Foster: É.

Alexia: Então vale a pena entrar no site deles e entender um pouco o que que eles fazem, porque além das temporadas, eles também tem as crônicas, tem muita coisa bacana pra se envolver.

💡
bacana - cool

Foster: Isso, isso. Mas eu recomendo a série sobre a Segunda Guerra Mundial. Também tem uma temporada que se chama Herói, eu acho.

Foster: É, que é muito bacana, muito legal. Também o Ivan, o host, o apresentador, ele é muito muito bom, até... Ele é professor de mídia digital, essas coisas, e ele faz um curso de storytelling que eu quero muito fazer um dia.

Alexia: Eu acho que o que você tá falando da Segunda Guerra Mundial, é o As filhas da guerra.

Foster: Isso, isso.

Alexia: Sim, que são 5 episódios sobre essas meninas que enfim, são filhas da Segunda Guerra. E é sobre um diário que foi publicado no livro O que os cegos estão sonhando, que foi lançado em 2012 e aí eles fizeram um podcast sobre isso, uma série, uma temporada sobre isso.

Foster: É, mas eu recomendo sem pensar duas vezes. E ele fala super claramente e também tem a história, então até se você não está entendendo 100% das palavras, dá pra seguir a história, dá pra se divertir, é muito muito bom, bom mesmo.

Alexia: Sim, agora pra gente terminar, eu sei que você gosta de um aplicativo de podcast que é o Castbox, eu acho.

💡
terminar - to finish

Foster: Não, eu não tenho problemas com o CastBox, mas eu uso o OverCast.

Alexia: É o OverCast que você pode aumentar ou diminuir a velocidade dos episódios né?

Foster: É, na verdade eu sou podcaster e eu escuto muitos muitos podcasts, então o aplicativo normal é bom, funciona.

💡
escuto - listen

Alexia: Sim, o que eu to querendo dar aqui a dica é que mesmo se for um episódio ou alguma coisa difícil, no Outcast você consegue...

Foster: Overcast.

Alexia: No Overcast você consegue diminuir ou aumentar a velocidade, de outras formas diferentes do que do aplicativo original.

Foster: Sim, acho que é um aplicativo mais avançado com volume, velocidade e essas coisas.

Alexia: Tá ótimo. Bom, vamos aguardar as nossas três outras dicas pra outro episódio.

Foster: Sim, mais um podcast sobre podcasts, mas não deixa a gente, mas a gente ama outros podcasts também.

Alexia: Então tá bom, até o próximo episódio, tchau.

Foster: Até já já, tchau tchau.