🎵

S04:E07 - Semana do Chico! Apesar de Você e uma breve análise 😺

Listen on:

Alexia: Oi, pessoal! Tudo bem? Hoje eu tô aqui sozinha porque o Foster me abandonou no episódio de hoje pra falar um pouquinho sobre a história do Brasil mas, através da música.

💡

sozinha - alone abandonou - abandoned pouquinho - a little através - through

Vou explicar um pouquinho pra vocês: na semana passada a gente tava escutando as músicas do Chico Buarque. E eu tava comentando com o Foster sobre como muitas músicas ainda fazem parte da atualidade do Brasil. Só que pra explicar isso pra vocês, pra gravar um episódio sobre isso… Eu precisava explicar porque que eu penso dessa forma. E a música de hoje é Apesar De Você do Chico Buarque.

💡

atualidade - present

Que é sobre a Ditadura Militar, então, por exemplo, um pouquinho sobre a história dessa música é que depois de 21 anos de Ditadura Militar, o Tancredo Neves, sua família e convidados estão comemoram o ano novo com essa música que era o recém-lançado samba do Chico Buarque. Então, pra comemorar o fim da Ditadura essa música foi usada como… Literalmente comemoração do atual presidente do Brasil naquela época.

💡

ditadura militar - military dictatorship convidados - guests comemoração - celebration

O Chico na época ele escreveu a letra e enviou para os censores. Os censores eram as pessoas, os militares, que naquela época aprovavam, ou não, qualquer música, livro, filme… Qualquer coisa que as pessoas queriam que fossem publicadas. Então, vocês imaginam qualquer notícia de jornal, e etc, tinham que ser passadas pelos censores. Bom, crente que essa música, que essa letra, não iria passar, o Chico já tinha desistido mas, foi aprovada. E foi gravada e atingiu, mais ou menos, 100 mil cópias vendidas.

💡

publicadas - published

Só que, um dia, um jornal insinuou que a música foi feita diretamente pra atacar o General Médici, que era o ditador da época, e então a gravadora foi invadida e teve todas as suas cópias destruídas.

💡

insinuou - implied invadida - invaded destruídas - destroyed

Logo depois disso, o Chico foi chamado pra um interrogatório para responder algumas perguntas e principalmente quem era o tal “você” da música. E a resposta foi: “É uma mulher muito mandona, muito autoritária.”

💡

interrogatório - interrogation, questioning

Bom, depois disso, o Chico ficou marcado pelos homens da censura e suas canções sempre eram ouvidas com mais rigidez antes de serem aprovadas. A solução encontrada pelo cantor e compositor, claro, foi a de usar pseudônimos. Pseudônimos são nomes inventados então, ele assinava como Julinho da Adelaide e Leonel Paiva. No começo deu certo, mas logo depois o Chico foi desmascarado.

💡

pseudônimos - pseudonyms desmascarado - exposed, unmasked

Agora, bem rapidamente, vamos analisar um pouquinho a música. Ela começa com “amanhã vai ser outro dia” e quando você escutar a música você vai ver que o volume vai aumentando como se tivesse em meio de uma discussão.

Logo depois tem: “você é quem manda, falou tá falado, não tem discussão, não.” Nessa parte dá para entender que a música quer chamar atenção sobre a incompreensão da ditadura em relação a sociedade da época.

💡

incompreensão - incomprehension

Logo depois te: “A minha gente hoje anda/ Falando de lado e olhando pro chão/ Viu? / Você que inventou esse Estado/ Inventou de inventar/ Toda escuridão.” demonstra exatamente como as pessoas viviam durante a Ditadura. Sempre com medo, desconfiadas, em meio à uma escuridão sem saber sobre o dia de amanhã, sem nenhuma liberdade.  Só que tem uma ambiguidade nessa… Nessa parte. A palavra “Estado” pode ser interpretada como o estado emocional ou como Estado referente ao governo. Por essas e outras é que a canção foi passada pelos censores porque eles não sabiam sobre o que que o Chico tava escrevendo.

💡

desconfiadas - suspicious escuridão - darkness liberdade - freedom ambiguidade - ambiguity

Logo depois tem: “Eu pergunto a você aonde vai se esconder/ Da enorme euforia?/ como vai proibir/ quando a galo insistir em cantar?/ Água nova brotando/ E a gente se amando sem parar.” aqui é quando ele propõe uma reflexão sobre quando tudo acabar o que que se pretende fazer. E é uma esperança que o Chico também apresenta de que essa época não vai durar pra sempre. E a figura do galo incluída, né, nessa parte da música, significa o início da manhã, o início de um novo dia.

E aí na parte “Água nova brotando/ E a gente se amando sem parar.”também é uma parte ambígua da música, que é sobre o relacionamento de um homem e uma mulher que também enganou os censores nessa época. E, pra finalizar essa composição do Chico, ele no final acrescenta: “Você vai se dar mal etc e tal/ La, laiá, la laiá, la laiá”.

Então, é uma composição fantástica, eu queria muito que vocês tivessem escutado comigo, né, estejam escutando comigo e entendendo um pouquinho mais sobre como que a música foi tão importante pra pior época do país. Então é isso! Espero que vocês tenham gostado e a gente se vê no próximo episódio. Tchau!

💡

durar pra sempre - last forever galo - rooster, cock pior - worse

Apesar De Você

Chico Buarque

(Crescendo) Amanhã vai ser outro dia

Hoje você é quem manda

Falou, tá falado

Não tem discussão, não.

A minha gente hoje anda

Falando de lado e olhando pro chão

Viu?

Você que inventou esse Estado

Inventou de inventar

Toda escuridão

Você que inventou o pecado

Esqueceu-se de inventar o perdão.

(Coro) Apesar de você

amanhã há de ser outro dia

Eu pergunto a você onde vai se esconder

Da enorme euforia?

Como vai proibir

Quando o galo insistir em cantar?

Água nova brotando

E a gente se amando sem parar

Quando chegar o momento

Esse meu sofrimento

Vou cobrar com juros. Juro!

Todo esse amor reprimido,

Esse grito contido,

Esse samba no escuro

Você que inventou a tristeza

Ora tenha a fineza

de "desinventar"

Você vai pagar, e é dobrado,

Cada lágrima rolada

Nesse meu penar

(Coro2) Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia.

Ainda pago pra ver

O jardim florescer

Qual você não queria

Você vai se amargar

Vendo o dia raiar

Sem lhe pedir licença

E eu vou morrer de rir

E esse dia há de vir

antes do que você pensa

Apesar de você

(Coro3) Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia

Você vai ter que ver

A manhã renascer

E esbanjar poesia

Como vai se explicar

Vendo o céu clarear, de repente,

Impunemente?

Como vai abafar

Nosso coro a cantar,

Na sua frente.

Apesar de você

(Coro4) Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia.

Você vai se dar mal, etc e tal,

La, laiá, la laiá, la laiá??