🇺🇸

S03:E31 - Viagens nos EUA

Listen on:

Foster: Olá, Alexia! Tudo bem?

Alexia: Oi, Foster. Tudo e com você?

Foster: Tudo bem. Não posso reclamar, não.

💡

Não posso reclamar, não. I can’t complain. Nothing to complain about.

Alexia: Ahahah. Que bom!

Foster: Ahahah. Bom… Alexia. Sobre o que a gente vai falar hoje?

💡

Sobre o que a gente vai falar hoje? What are we going to to talk about today?

Alexia: A gente vai falar sobre as nossas experiências com Trusted House Sitters e como é que a gente avalia cada housesitter que a gente fez.

💡

Avaliar - to evaluate, to analyze.

Foster: Basicamente a gente vai falar sobre a coisa que a Alexia mais ama do mundo: cachorros.

💡

a coisa que a Alexia mais ama do mundo. What Alexia loves most in the world (dogs).

Alexia: Ah! E… Antes de a gente começar a gravar, eu tava lendo sobre uma história de uma menina que estava viajando em Buenos Aires, e um cachorro começou a seguir ela por todos os lugares. E ela ia para o hotel ou para o Airbnb, eu não sei onde é que ela ‘tava, e ele esperava na porta. Ela saía para ir passear e ele seguia ela pela viagem inteira. Sabe o que é que ela fez?

💡

Antes de a gente começar a gravar. Before we start recording.

💡

todos os lugares - everywhere

💡

Sabe o que é que ela fez? Do you know what she did?

Foster: O que é que ela fez?

💡

O que é que ela fez? What did she do?

Alexia: Ela adotou o cachorro e tão voltando juntos para o Brasil.

💡

Ela adotou o cachorro e tão voltando juntos para o Brasil. She adopted the dog and they are coming back to Brazil together.

Foster: Ó! Tão fofo!

💡

Tão fofo! So cute!

Alexia: Sim…

Foster: Você sabe qual raça? Qual o tipo de cachorro?

💡

Qual raça? What breed was it?

Alexia: É um vira lata!

💡

vira lata - a mutt, mixed breed.

Foster: Ó!

Alexia: Muito bonitinho!

Foster: Fofo. Fofo. Também, antes de começar, ontem à noite, vi um episódio de uma série que se chama ‘Dogs’, que está no Netflix, hoje em dia. Já sabia disso?

💡

uma série - a series

💡

Já sabia disso? Did you know that?

💡

ontem à noite - last night

Alexia: Não. Talvez não esteja no Netflix Português ou Brasileiro. Aliás, agora uma coisa bem pessoalEu preciso da senha de novo. Ahahah.

💡

aliás - as a matter of fact

💡

Eu preciso da senha de novo - I need the password again.

💡

uma coisa bem pessoal - something very personal

Foster: Tá. Isso não é para o podcast. Ahaha. Mas, enfim, é uma série sobre o relacionamento entre os seres humanos e os cachorros.

💡

enfim - anyways

💡

seres humanos - human beings

Alexia: Mas é triste?

Foster: É…Triste bom. Tipo o meu pai estava chorando de alegria.

Alexia: Não sei se eu quero, se tô pronta para isso.

💡

Não sei se eu quero, se tô pronta para isso. I don’t know if I want to. I don’t know if I’m ready for that.

Foster: Não. Ontem eu vi um episódio sobre um refúgio

💡

Um refúgio. A refugee. A safe space.

Alexia: Aquele da Costa Rica?

Foster: Aquele da Costa Rica…

Alexia: Sim

Foster: Eles fazem um programa de uma hora, sobre todos os cachorros, as dificuldades… E um cara tem epilepsia.

Alexia: Epilepsia?

Foster: Epilepsia. E o cachorro está cuidado dele. Muito bonito!

Alexia: Ai! Eu acho incrível. Eu acho tudo maravilhoso!

💡

Eu acho incrível. I think it’s unbelievable. It’s really wonderful.

Foster: Sim! Qualquer assunto relacionado com cachorro… você...

Alexia: Ou gato também! Eu também amo gato… Claro que cachorro é um pouco mais íntimo de mim, mas gato eu também vejo na rua e fico chamando para falar comigo.

Foster: Sim. Mas, enfim… Voltando para o assunto ou começando com o assunto...

Alexia: Gaivota também hoje em dia.

💡

Gaivota - Seagull.

Foster: Todos os animais, adoram a Alexia!

Alexia: Cavalo…

Foster: Bom… Alexia… Trusted House Sitters, dog sitting, o que é que é?

Alexia: Eu vou usar a descrição que você sempre usa para explicar para os nossos amigos, que é um Airbnb no qual você não paga e vem com um pet junto.

Foster: É. Vocês falam pet mesmo?

💡

Vocês falam pet mesmo? Do you really say pet?

Alexia: Um pet.

Foster: Um pet. Também pode falar, tipo, animal de estimação.

💡

animal de estimação. A more formal way to say pet although most Brazilians will simply say “pet” nowadays.

Alexia: Estimação.

Foster: É.

Alexia: É.

Foster: É. Pet é mais fácil.

Alexia: Muito! É bem menor e é mais fácil. A gente… As pessoas já falam mais quando quer dizer sobre pets em geral, né? Então, desde passarinho até tartaruga.

Foster: Sim, sim. Então basicamente… é… você tem pessoas que estão viajando, no momento elas estão viajando para um outro país e elas precisam de alguém para cuidar dos pets, no momento, dos cachorros deles... E também para cuidar da casa. E em troco?

Alexia: Em troca

💡

em troca - in exchange

Foster: Em troca você recebe aluguer de graça e um lugar para ficar!

💡

um lugar para ficar. A place to stay.

Alexia: Sim! E para nós funciona perfeitamente já que trabalhamos de casa. Né? Então, é uma coisa muito muito muito simples já que a gente também ama os animais.

💡

trabalhamos de casa - we work from home.

Foster: É… Uma coisa muito legal para a gente porque, claro que podemos trabalhar de qualquer lugar do mundo, mas também a gente economiza muito dinheiro sem pagar aluguel. E também é um jeito ótimo para viajar e para ver coisas mais autênticas.

💡

qualquer lugar do mundo. Anywhere in the world.

Alexia: Sim, sim, é. Bom... de todos os pets que a gente já cuidou, qual são os teus preferidos? Quais os que te marcaram mais?

💡

Quais os que te marcaram mais? Which ones made the biggest impression on you?

Foster: Tá. Você está falando dos cachorros ou dos lugares que já experienciei...

Alexia: Dos cachorros…

Foster: Ah, Alexia! Não me faz isso, não.

💡

Não me faz isso. Don’t do that to me.

Alexia: Não tem como. É muito difícil escolher porque cada um, mesmo com os 10 que a gente tomou conta, cada um tem uma personalidade completamente diferente.

💡

Não tem como. It’s impossible.

💡

Tomar conta - To take care of. To care for.

💡

É muito difícil escolher. It’s really hard to choose.

Foster: É tipo perguntando para os seus pais… Tipo, ‘Quem é que você ama mais: eu ou o meu irmão?’

Alexia: E das experiências? Que aí já muda bastante.

💡

Que aí já muda bastante. Because that changes a lot.

Foster: Tá. Você quer descrever nossas experiências antes?

Alexia: Sim. Você foi antes de mim tomar conta de uma casa, sozinho, né? Então, eu não sei falar sobre essa…

💡

eu não sei falar sobre... I don’t know how to talk about that.

Foster: Sim, sim. Mas hoje a gente vai falar somente sobre as…

Alexia: Sobre as nossas casas… A gente pode falar assim.

Foster: Sobre as nossas casas.

Alexia: Isso. Bom, a primeira vez que a gente tomou conta de dois cachorrinhos e fomos para uma casa nova, foi em Waynesville. Foi em Maio. Não… Foi em Junho. Junho.

💡

A primeira vez. The first time.

Foster: Só para deixar claro: Waynesville é uma cidade, cidadezinha, que fica perto de Asheville, North Carolina.

💡

Só para deixar claro - Just to be clear.

Alexia: De Asheville.

Foster: De Asheville. E, enfim, filhotes mesmos. Dois Frenchies… Dois French Bulldogs Franceses que sei lá com 4 meses.

Alexia: Dois Bulldogs Francês. Porquê? Você sempre coloca o plural na primeira. Se é um nome composto. Então, por exemplo: ‘guarda-chuva’. ‘Eu tenho dois guardas-chuva’.

Foster: NossaIsso é chato.

💡

Nossa… Isso é chato. Wow, that’s annoying.

Alexia: Isso é muito chato.

Foster: É… Enfim.

Alexia: A gente tomou conta de dois Frenchies. Ahah. O Baotzi e o Tutzi. Foi ótimo, na verdade. A gente tomou conta. Eles, eles eram puppies, né? Filhotes de quatro meses. Não… Quatro?

Foster: Entre quatro e cinco. E filhotes geralmente são malucos, né? Até mais Bulldogs Francês. Até o Baubau e Tutu, os nomes deles são chineses porque o dono dele é professor de chinês e alemão, também.

Alexia: De Mandarim, né?

Foster: Sim, ele fala várias línguas. Então é Baotzi e Tutzi, mas a gente chama eles de Bao Bao...

Alexia: Bao Bao e Tutu.

Foster: Tutu. Tutz às vezes.

💡

às vezes. Sometimes.

Alexia: Tutzi.

Foster: Mas eles são malucos.

💡

Eles são malucos. They are crazy.

Alexia: Tão bonitos! A casa em si era uma casa numa, num lugar mais rural, né? Era mais rural porque a gente via vaca na nossa frente, cavalo na nossa frente. Tudo aquilo, mas ficava ao mesmo tempo tipo a 20 (vinte), não a 15 (quinze) minutos do centro histórico de Waynesville. Então, era um lugar longe/perto. Era maravilhoso ficar lá. Foi muito muito gostoso. Mas a gente passou uma mini dificuldade.

💡

Foi muito muito gostoso. It was really nice.

💡

Mas a gente passou uma mini dificuldade. But we did have one little problem.

Foster: Sim.. Só para explicar. Eu acho que a imagem que a maioria dos nosso ouvintes tem na cabeça é tipo estereótipo de uma fazendo na Carolina do Norte. É basicamente mais ou menos isso.

💡

Só para explicar. Just to clarify.

Alexia: É. É mais ou menos isso, mas essa casa tinha tudo.Tinha uma internet maravilhosa. Toda equipada, toda perfeita, com todas as necessidades que a gente precisava, né? Então, fogão, geladeira, máquina de lavar, máquina de secar… Tudo direitinho.

💡

Com todas as necessidades que a gente precisava. With everything that we needed.

Foster: Sim. Mas ao mesmo tempo era uma casa super antiga. Aliás, era uma escola da cidade, tipo, faz cem anos. Então a casa tinha problemas também, né?

💡

ao mesmo tempo. At the same time.

Alexia: É, a casa tinha problemas. Então nós tivemos dois problemas. E o primeiro problema foi quando a gente foi cozinhar, a gente foi fazer comida bonitinha. E a gente depois de cozinhar, ficou um cheiro na sala, mas que a gente achou que era da couve de bruxelas que a gente tinha feito.

💡

ficou um cheiro na sala. There was a weird smell in the living room.

Foster: Brussels sprouts.

Alexia: Isso…

Foster: Em inglês. Como é que fala em português, you know?

Alexia: Couve de Bruxelas.

💡

Couve de Bruxelas. Brussel sprouts.

Foster: Ah! Faz sentido!

Alexia: Sim!

Foster: Bruxelas… Brussels...Nunca pensei nisso!

💡

Nunca pensei nisso! I never thought about that.

Alexia: É. E aí a gente foi dormir. No outro dia, você foi para uma despedida de solteiro, como sempre. E eu fiquei na casa. E o cheiro continuou… E eu fiquei naquela casa com os dois filhotes me rondando. Eu não podia tomar banho sem eles me olharem. Eu não podia fazer nada sem eles me olharem. É, e tava em época de copa do mundo, então, tava sendo ótimo que eu estava assistindo tudo. Só que o cheiro continuou, continuou, continuou... Quando você voltou, o cheiro estava pior ainda, e a gente achou que era algum animal morto, atrás, né?

💡

despedida de solteiro - a bachelor’s party

💡

Copa do mundo. The world cup.

Foster: Realmente foi um cheiro que te dá nojo. Eu estava afim de vomitar.

💡

um cheiro que te dá nojo. A smell that made you sick to your stomach.

Alexia: Era muito estranho. Aí você me trancou no quarto junto com os dois e você foi ver o que tava acontecendo no fogão. Tirou o fogão do lugar, limpou tudo atrás, etc, etc. Não adiantou e você mandou mensagem para os donos da casa. Eles falaram que provavelmente era um vazamento de gás, só que era o gás etanol, né? Que não é aquele cheiro normal que a gente está acostumado de gás, de reconhecer. Enfim, eu fiquei 4 dias com vazamento de casa dentro de casa, sem saber.

💡

fogão - the oven, stove top

💡

vazamento de gás - a gas leak

💡

os donos da casa - the homeowners

💡

sem saber - without knowing, without realizing it

Foster: Sim. Perigoso.

Alexia: É, e eu tava até meio tonta, né? Quando você chegou.

💡

eu tava até meio tonta. I was even a little bit dizzy.

Foster: É. A gente está rindo agora, mas no momento não foi engraçado, não.

💡

A gente está rindo agora, mas no momento não foi engraçado, não. We are laughing now but it wasn’t funny at the time.

Alexia: Não, nem um pouco. E a segunda coisa que a gente passou de dificuldade foi quando teve aquele chuva absurda que alugou o porão inteiro, que a gente teve que lidar.

💡

Não, nem um pouco. No, not at all. Not even a little bit.

💡

o porão - the basement.

Foster: É, aquela chuva não é palavra correta. Foi um… sei lá.

Alexia: Uma tempestade.

💡

Uma tempestade. A storm.

Foster: É, mas pode falar enchente?

Alexia: Pode. Deu. Teve uma enchente em casa.

💡

uma enchente - a flood

💡

Teve uma enchente em casa. The house flooded.

Foster: Então chovia muito muito muito, por, sei lá, três ou quatro dias. Os donos nos falaram que, às vezes, o porão fica com um pouco de água quando chove muito, mas não é nada de mais. Depois de alguns dias de chuva, eu fui lá baixo.

Alexia: Eu fui.

Foster: É, não lembro. Mas, a gente foi lá e tinha um metro, pelo menos um metro...

Alexia: A gente tinha que usar bota para ir lá para baixo. De tão surreal que tava.

Foster: É. Foi um lago

Alexia: Foi um lago. Uma enchente.

Foster: É, cheio de água e também de barro.

💡

barro - mud

Alexia: Sim e muito perigoso porque ‘tava direto nas tomadas e nos fios da máquina de lavar e etc... Enfim, então são essas umas das dificuldades que você passa quando faz Trusted House Sitters.

Foster: É, então, com a primeira experiência em Waynesville, você tem algum lição? Alguma coisa que você aprendeu?

Alexia: Sempre relembre que filhotes têm mais energia do que você imagina....

Foster: Sim, então podem...

Alexia: E que você pode ensinar.

Foster: Podem escapar.

💡

podem escapar - they can escape

Alexia: Você pode ensinar eles a pularem. Que eles aprenderam a pular com a gente.

💡

Que eles aprenderam a pular com a gente. They learned how to jump with us.

Foster: Sim. E também acho que foi a primeira vez que você reparou que é difícil sair. É difícil deixar os cachorros. Depois de ficar muito tempo com eles.

💡

É difícil deixar os cachorros. It’s hard to leave the dogs.

Alexia: Nossa, choravam tanto.. Eles choravam tanto, tanto, tanto, tanto. Até hoje eu me emociono…

💡

Até hoje eu me emociono…I still get emotional about it nowadays.

Foster: É… Bom, antes que a Alexia fica triste, eu acho que a gente pode falar um episódio sobre cada experiência. Porque o que a cada experiência tem histórias, tem vocabulário. Acho legal, né?

Alexia: Sim! Vamos falar agora sobre Portugal, na próxima.

Foster: Ótimo. Então, até já já.

Alexia:

Tchau!