🥸

S03:E12 - Não! João é amigão!

Listen on:

Foster: Olá, olá, Alexia! Tudo bem?

Alexia: Oi, Foster! Tudo e com você?

Foster: Tudo. Ainda estou com um pouco de vergonha depois do último episódio falando sobre “que micão”. Mas agora a gente vai virar essa situação pra uma situação um pouco mais positiva.

💡

A gente vai virar essa situação pra uma situação um pouco mais positiva. We are going to turn this into a more positive situation.

Alexia: Qual seria...

Foster: Educativa talvez…

Alexia: E qual seria essa situação mais positiva?

Foster: A gente vai explicar exatamente o que que é essa vogal nasal de “ão” e como produzi-la e algumas… Alguns exemplos.

💡

Vogal nasal. Nasal vowel.

💡

Alguns exemplos. Some examples.

Alexia: Eu já tenho uma coisa pra te corrigir.

Foster: Ah, me corrige.

Alexia: Toda vez que você tá falando “nasal” você tá falando “nãsal”.

Foster: Ah! Nasal!

Alexia: Isso, exatamente. Abre a boca para falar o A.

Foster: Perfeito. Então, exatamente isso que a gente vai falar sobre… Ar e a passagem do ar em nossas bocas. Então, Alexia, você sabe como falante nativa de português, você sabe o que que é uma vogal nasal?

💡

Como falante nativa de português. As a native Portuguese speaker.

Alexia: Sim, claro!

💡

Sim, claro. Yes, of course! For sure!

Foster: Tá, pode me dar um exemplo?

Alexia: Sim! “Não”.

Foster: Não. Exemplo perfeito! A palavra “não” quer dizer “no” em português, né? Todos os gringos… 95% dos gringos, no começo pelo menos, vão sofrer com esse som de “não”, né? Estou falando certo agora?

Alexia: Tá certo.

Foster: Tá certo! Então...Uma vogal nasal, só para vocês saberem que eu estou estudando muita a fonética ultimamente, então estou querendo compartilhar conhecimento que estou tô aprendendo e é isso. Ok! Back on track! “Não”: o que está acontecendo na sua boca enquanto você está produzindo esse som é basicamente ar está passando através da sua boca e a sua nariz.

💡

estudando muito. Foster made a mistake by saying “estudando muita.”

Alexia: E pelo seu nariz.

💡

Pelo seu nariz. Through your nose.

💡

Just a quick clarification if you are lost. A nasal vowel is when air simultaneously passes through your mouth and nose. So to say, your oral and nasal cavity at the same time.

Foster: Pelo… Ah, eu sabia! Estava esperando a correção. Ao mesmo tempo, simultaneamente.

💡

ao mesmo tempo. At the same time.

💡

Brazilians definitely use “ao mesmo tempo” more often in conversational contexts, but I just love the word simultaneamente :)

💡

Simultaneamente. Simultaneously.

Alexia: Sim. Então é o ar passando pela sua boca e pelo seu nariz, e dessa forma, faz o som nasal do “não”.

Foster: Sim, então…

Alexia: Uma forma boa de você perceber se o som tá passando ou não, é você colocar os dois dedos em cima do seu nariz, assim no meio, e aí você vai sentir na hora que você falar.

💡

Uma forma boa de você perceber. It’s a good way to tell (to recognize).

Foster: É.

Alexia: “Nnnnão”.

Foster: É.

Alexia: Vai tremer o nariz inteiro!

💡

Vai tremer. It’s going to shake (vibrate.)

💡

Tremer can be used to trimble (out of fear), or simply to shake from vibration.

Foster: É. Então, Alexia! Eu acho que a maioria dos gringos no começo da aprendizagem do português eles vão falar “náu”, “náu”. E é muito esquisito pra vocês, né?

Alexia: Muito, a gente sabe primeiro que a pessoa obviamente não fala um português tão bom, tudo bem, não tem o menor problema. Mas, já que nós estamos aqui para aprender então, vamos aprender corretamente.

💡

Não tem o menor problema. It’s not a problem at all.

Foster: É, é um problema que eu sempre vejo e que todo mundo quer esperar e tipo “nossa, vogais nasais eu posso esperar porque é muito difícil”. Mas você não pode pronunciar a palavra “não” é uma das palavras mais importantes na língua portuguesa.

Alexia: Com certeza! Quer dizer… É uma das mais importantes da sua vida: aprender a falar “não”, é muito importante.**

💡

Com certeza! Absolutely. For sure.

💡

Quer dizer. I mean...I’m trying to say.

Foster: Sim. Exatamente! Então, Alexia, me dá alguns exemplos de palavras com esse som de “ão”.

Alexia: Dou! Vamos lá! Outra que eu também sempre falo é: “então”.

Foster:  “Então”.

Alexia: “Então” serve para dar continuidade para alguma frase, de alguma expressão, de uma história…**

💡

Serve para dar continuidade. It functions to keep a phrase or expression going.

💡

Continuidade could be literally translated as continuity, but is much more common in Brazilian Portuguese. I think “to keep going” would be a more accurate translation.

Foster: É, é uma palavra de transição, digamos.

💡

uma palavra de transição, digamos. Let’s call it a filler word (transitional word.)

Alexia: É, seria tipo “so”.

Foster: “So”, “well”. É… E...

Alexia:  “Então”.

Foster: Aliás, a palavra “então” tem duas vogais nasais. “En” “tão”.

Alexia: Sim.

Foster: Mas, vamos falar sobre a outra em um episódio diferente.

Alexia: Sim!

Foster: Tá? Tabom. “Então”. Tem mais um?

Alexia: Tem. “Chão”.

Foster: “Chão”.

Alexia: Floor.

Foster: É. Então, fala de novo?

💡

Fala de novo. Say it one more time.

Alexia: Chão.

Foster: Chão. Então, mais uma?

💡

Mais uma. One more time.

💡

This is feminine because I am referring to “Mais uma vez.”

Alexia: Mais uma! “Ação”.

Foster: Ação.

Alexia: Action!

Foster: Ação. Tá correto?

💡

Tá correto? Is that’s right?

Alexia: Ação. Tá perfeito.

Foster: Perfeito. Então, é… Normalmente é um som bem comum, é um som super comum na língua portuguesa mas, também, esse negócio de “que micão” que a gente falou no último episódio é pra aumentar o significado da palavra, acontece muito em português. Né?

💡

No último episódio. In the last episode.

💡

O significado da palavra. The meaning of the word.

Alexia: Sim.

Foster: Então, pode me dar alguns exemplos dessa tendência em português?

Alexia: Pode ser. Vamos lá! “Amigo”, né, você pode aumentar, vai virar um “amigão”.

Foster: “Amigão”.

Alexia: “Amigão”.

💡

Amigão. A casual way to say friend. Good friend. Bro. Man. Dude. Etc.

Foster: Isso é uma coisa que eu vejo muito nos restaurantes do Rio. Você está tentando chamar o garçom e é tipo: “Amigo! Amigão! Amigão! Amigão! Por favor, um chopp aqui, amigão!”.

💡

Um chopp. A small draught beer.

Alexia: Sim. A próxima que eu também daria como exemplo é: “brigão”.

Foster: “Brigão”. Que que é um “brigão”?**

  • *Brigão. Someone who is always trying to start something.

Alexia: É uma pessoa que gosta de brigar muito. Então, por exemplo, sei lá… “João é muito brigão”. Ele se enfurece com tudo, sabe?

💡

Ele se enfurece. He gets infuriated. (This was a new verb for me!)

Foster: Sim, se vocês lembraram do João, dos próximos episódios, da semana passada…

Alexia: Dos episódios anteriores

💡

Dos episódios anteriores. From previous episodes.

Foster: Sim é isso. João é brigão mas também é amigão.

Alexia: É, exatamente!

Foster: Nossa! Que exemplão!

Alexia: E pode ser também: “carrão”.

Foster: “Carrão” que é um carro muito grande?

💡

Carrão. A really nice and usually very expensive car.

Alexia: Não! É tipo um carro muito, muito legal. Então pode ser um “carrão” tipo: “Caraca! Ele tem um carrão!”. Sabe?

Foster: É.

Alexia: Ele tem um super carro.

Foster: É interessante porque também tem a palavra para truck seria “caminhão”.

Alexia: Sim.

Foster: E um truck é um pouco maior de um carro normal. Não faz sentido. Então, Alexia, alguma sugestão com esse som ou com aumentativos?

💡

Maior que um carro normal. Foster should have said “maior que.” You only use “maior de” when referring to numbers.

Alexia: Uma coisa que eu sempre falo pros meus alunos é perceberem no nariz. Eu sempre faço isso durante as minhas aulas quando eu tô ensinando. Coloca os dedos e vê se o nariz tá tremendo. Se tiver tremendo, você vai estar falando direitinho.

Foster: Sim.

Alexia: Mas, se não estiver é que tem algum erro ainda assim. Então, pega algumas frases ou palavras na internet, né, com aumentativo, ou palavras terminadas em A, O, TIL, o til é o acento.

💡

Til. Tilde. The nasal vowel accent is usually represented by the õ, ã - squiggly line above the vowel.

Foster: Sim. E também as frases…

Alexia: E treina!

Foster:... que a gente deu agora.

Alexia: É, exatamente!

Foster: “João é amigão mas é brigão também”.

Alexia: “João é amigão”; “o chão está limpo”...

Foster: É.

Alexia: “Foster é um amorzão”.

💡

Foster é um amorzão. Foster is a sweetheart. Agreed :)

Foster: Mozão! E, bom! A minha recomendação é não espere. É… Tentar melhorar esse som porque vai atrapalhar a sua vida no Brasil, muito! Então se pode melhorar esses sons logo, vai te ajudar muito.**

💡

Então se puder. Foster should have said “então se puder” for the future subjunctive tense.

Alexia: Com certeza!

Foster: E a gente vai continuar com uma série sobre vogais nasais na semana que vem.

Alexia: Sim, sim! E o Carioca Connection é bonzão!

Foster: Exatamente! Então, até a próxima Alexia! Muito obrigado! Obrigadão!

Alexia: Brigadão!

Foster: Brigadão!

Alexia: Tchau!

Foster: Tchau, tchau!