🎬

S03:E04 - O Mecanismo na Netflix e o Brasil

Listen on:

Foster: Alô, alô!

Alexia: Oi, Foster!

Foster: Oi, Alexia! Tudo bom?

Alexia: Tudo e você?

Foster: Tudo ótimo! Cansado pra caramba.

💡

Cansado pra caramba. I’m super tired. Really tired. Exhausted.

Alexia: Também.

💡

Também. Me too. I love how something so simple as “também” can be used in so many diverse situations.

Foster: Quase falei outra coisa mas, eu estou cansadaço!

💡

Casadaço - Super tired. Very similar to ‘cansado pra caramba.’ It’s pretty common for Brazilians to add an augmentative at the end of a word to increase its intensity.

Alexia: Estamos bastante cansados. Uma semana de muito perrengue, né?

Foster: Muito perrengue. Que que é perrengue? Eu sei o que que é mas pode explicar um pouco melhor?

Alexia: Um perrengue é tipo… Muitos problemas.

💡

Um perrengue. Whew! This is a tough one to explain. A ‘perrengue’ has a lot of connotations, but is most commonly thought of as a hassle, a hardship, something difficult you have to deal with. Usually, perrengue is used in the sense of a situation being more annoying or inconvenient, rather than a true hardship.

Foster: É.

Alexia: Então são vários problemas juntos que viram um perrengue.

Foster: É, acho que em inglês a minha tradução seria tipo “shit hit the fan”. Tudo está dando erro.

💡

Tudo está dando erro. Everything is going wrong.

Alexia: Bom, em português é mais fácil de falar. Um perrengue!

Foster: É, é… Pois é. Enfim, sobre o que a gente vai falar hoje, Alexia?

💡

Sobre o que a gente vai falar hoje? What are we going to talk about today?

Alexia: A gente vai falar sobre O Mecanismo. Série da Netflix brasileira.

Foster: Sim, que é muito bom…

Alexia: Quer dizer, série brasileira na Netflix.

💡

quer dizer - I mean

Foster: Isso, isso. Mas é uma série que eu gostei muito, até eu assisti com o meu pai, meu pai odeia coisa com legenda e ele assistiu tudo em português, com legenda, e ele amou! Adorou!

💡

até eu assisti com o meu pai - I even watched it with my dad. Most dictionaries (and teachers) will focus on the use of até to mean ‘until,’ which is quite common in Brazilian Portuguese. But it is also super common to use ‘até’ to mean ‘even’ or ‘even if,’ as in the case of my dad :)

Alexia: Sim. Esse negócio de com legenda pros americanos é muito estranho, né?

💡

esse negócio - this thing, this idea. Negócio literally refers to business or business related dealings, but Brazilians use it much more liberally. Oftentimes, negócio simply means, ‘thing.’

Foster: É, depende da pessoa. Mas… É, geralmente americanos não gostam de coisas com tipo… Speak English! Ah!

💡

depende da pessoa. It depends on the person. Just a friendly reminder that we always use the preposition DE with the verb DEPENDER.

💡

You can remember this because depender, literally begins with ‘DE’.

Alexia: A gente é ao contrário. A gente tá muito acostumado com legenda, com tudo.

💡

A gente é ao contrário. We are the opposite.

Foster: Pois é.

💡

Pois é. Yep. You said it. I agree with you. Exactly.

Alexia: O que nós odiamos é dublagem.

💡

dublagem. Dubbed, voiceover (in a different language)

Foster: É. Todo mundo odeia dublagem. É uma merda! Vamos, gente…

💡

É uma merda! It’s shitty. It’s awful. I tend to say this too frequently and Alexia often has to remind me that it is not the most polite way of saying you don’t like something.

Alexia: Bom, então, O Mecanismo. Você gostou, eu amei, porque é uma série feita pelo José Padilha, diretor… Que é o mesmo diretor que Narcos.

Foster: Sim, sim. Narcos, Pablo Escobar.

Alexia: Sim.

Foster: Também na Netflix.

Alexia: Exatamente.

Foster: Também vale a pena mas é em espanhol.

💡

Vale a pena. It’s worth it. It’s worthwhile.

Alexia: E o José Padilha também fez o Tropa de Elite 1 e 2. Então, só pra…

Foster: Sim.

Alexia: … vocês saberem quem ele é.

Foster: Sim. E Tropa de Elite em inglês é Elite Squad. Com o gato, o ator Wagner Moura.

💡

Gato - gato literally means cat, but it can be used to mean handsome for men, or the feminine version, gata, can be used for attractive or sexy for women.

Alexia: Um dos melhores atores do Brasil.

💡

Um dos melhores atores do Brasil. One of the best actors in Brazil.

Foster: Sim. E uma vez eu quase…

Alexia: Sabia! Eu sabia!

💡

Sabia! Eu sabia! I knew it. I knew it!

Foster: Eu estava com uma cerveja e eu quase…

Alexia: E tava comigo!

Foster: É… Como é que fala to spill é tipo derramei?

Alexia: Eu quase cuspi, eu quase derramei. Cuspir é…

💡

Derramar - to spill, to pour

💡

Cuspir - to spit

Foster: É. Eu quase derramei a minha cerveja em Wagner Moura? Como que fala isso?

Alexia: Em cima.

Foster: {ENGLISH}

Alexia: Não…

Foster: Sim!

Alexia: Não! Você tava olhando ele junto com Freixo que era um candidato a prefeito, no Circo Voador, comigo. Mas você não quase derramou nele.

💡

Circo Voador - a popular music venue in downtown Rio.

Foster: Eu tropecei com ele.

Alexia: Eu tropecei nele.

💡

Eu tropecei nele. I bumped into him. I ran into him.

Foster: Nele. Tá. Mecanismo! Vamos lá. Bom, é sobre o que?

Alexia: É sobre a Operação Lava-Jato, né que é The Car Wash Operation.

💡

If you want to learn more about Operação Lava-Jato, we recommend watching the Mechanism.

Foster: {ENGLISH} Imagino que a maioria dos nossos ouvintes já saibam mais ou menos sobre o que que é o… A Operação Lava-Jato.

Alexia: Isso. Eu imagino que sim. E a gente já falou sobre isso bastante, né, na segunda temporada.

Foster: Corrupção política no Brasil.

Alexia: Sim.

Foster: É a versão simples.

Alexia: E aí essa série foi inspirada num livro e fala bastante sobre o que aconteceu nos últimos anos e como é que se formou, bastante, do sistema de corrupção no Brasil, é… Com a Dilma, o Lula e várias outras pessoas envolvidas como a Odebrecht que é… Que era uma das maiores empresas de construção do Brasil. A Petrobrás, que todo mundo conhece, então… É uma série fictícia…

Foster: Uhum, isso.

Alexia: Mas… Todo mundo já sabe que foi, obviamente, inspirada em fatos reais.

Foster: É. Eu acho que até fala exatamente isso, antes de cada episódio…

Alexia: Antes e depois só para não sofrerem nenhum processo.

Foster: Sim, mas, fica bem óbvio quem são o… As personagens, né?

Alexia: Os personagens.

Foster: Os personagens.

Alexia: Sim.

Foster: Obviamente o Lula aparece bem, é…

Alexia: Não, é super característico.

Foster: Sim, isso.

Alexia: Eles não podem usar os nomes reais das pessoas então, por exemplo, Marcelo Odebrecht eles usaram como Ricardo Brecht.

Foster: Dá pra perceber!

Alexia: Então você consegue entender.

Foster: O que… Qual foi tipo a reação do Brasil? Tipo, as pessoas gostaram? Foi um sucesso?

Alexia:  Como sempre depende da sua visão política. Então se você for uma pessoa muito, muito fã do Lula, da Dilma e não acreditar em nada do que se foi comprovado, é… Vai odiar a série. Se você for uma pessoa como eu…

Foster: Carioca Connection é um podcast sem, é sei lá, partido político.

Alexia: Se você for uma pessoa como eu que acredita na justiça, que acredita nos fatos comprovados você vai gostar da série. Agora, tirando a questão política de lado, né, foi uma série muito bem produzida, é… Muito bem feita. Toda a produção foi feita no Brasil, não foi feita nos Estados Unidos. Todas as gravações foram feitas com atores brasileiros e um amigo meu participou, ele foi o terceiro assistente de direção e, enfim. Foi muito legal de assistir e ver também vários amigos meus trabalhando por trás da série.

Foster: Também eu acho que os atores fizeram um trabalho excelente.

Alexia: É o meu preferido de todos é o Enrique Díaz…

Foster: É um ator famoso brasileiro… Ele é ótimo.

Alexia: Ele é maravilhoso. E ele interpreta o Roberto Ibrahim que na verdade verdadeira é… Que seria o doleiro Alberto Youssef. Enfim, isso tudo a gente vai deixar nas show notes pra vocês, pra vocês saberem quem é quem e o que é o que. Pra quem for assistir não ter nenhuma dúvida.

Foster: É mas se você está interessado no Brasil, sei lá, na política, qualquer coisa, eu acho que realmente vale a pena.

Alexia: Tem uma coisa ruim sobre a série.

💡

Tem uma coisa ruim sobre a série. The film does have one big turn off.

Foster: O que?

Alexia: O áudio.

💡

O áudio. The sound. I always find this to be a fascinating word to really examine the nuances of language. The vowel sounds in ‘áudio’ are so open, separated. So, Brazilian. I find myself listening to say audio much more in Portuguese than I ever would in English.

Foster: O áudio? É, eu não percebi mas a Alexia estava reclamando muito que o áudio estava muito baixo.

💡

Reclamando. Complaining.

Alexia: É um problema da produção cinematográfica do Brasil. É, a gente não consegue ter um áudio bom.

💡

É, a gente não consegue ter um áudio bom. We can’t achieve a good sound quality.

Foster: Sim, mas… Eu quero que vocês lembrem que a Alexia era produtora então essas coisinhas, nuances, da produção eu acho que a maioria…

Alexia: Nuances.

Foster: Nuances da produção eu acho que a maioria das pessoas não vão perceber isso não.

Alexia: Vão. Vão e muito!

Foster: Eu não percebi.

💡

Eu não percebi. I didn’t notice it. I didn’t catch it. I missed it.

Alexia: Eu tive que assistir com legenda. É sério! Porque, claro, como em qualquer outro… Novela, série brasileira, você tem uma mistura de sotaques, pessoas que falam rápido, devagar…

Foster: É.

Alexia: Eu sou uma pessoa que fala rápido, eu sei o que que é isso. Mas, assim, era quase impossível de acompanhar.

💡

Era quase impossível de acompanhar. It was almost impossible to follow.

Foster: É, mas é por isso que é muito bom pra treinar o português. Tem variedade de sotaques, personagens, enfim. Assistem…

💡

É muito bom pra treinar o português. It was good to train Portuguese. The verb ‘treinar’ is much more common than to train in English and can be applied to all sorts of events and situations, not just physical activity.

Alexia: Assistam.

Foster: Assistam, sabia! O Mecanismo e… Só isso, né?

Alexia: Sim! É um episódio leve hoje e qualquer dúvida que vocês tenham sobre O Mecanismo, qualquer curiosidade que vocês tenham, me mandem e-mail.

Foster: Até já, já!

Alexia: Tchau!

Foster: Tchau!