🥁

S02:E24 - Vinicius de Moraes

Foster: Oi Alexia!

Alexia: Oi Foster, tudo bem?

Foster: Tudo ótimo, e você?

Alexia: Também, tudo bem.

Foster: Que bom, então, Alexia a gente vai falar sobre o Vinicius.

Alexia: Vinicius de Morais, o famoso poetinha.

💡

As we have seen throughout these worksheets, Brazilians often use the dimuitive suffix "inho" or "inha" to express affection.

Foster: Tá. Então vamos começar no começo, faz sentido né?

💡

vamos começar no começo - let's start at beginning

Alexia: Quem foi Vinicius Morais né? Essa é a maior pergunta.

💡

essa é a maior pergunta - this is the biggest question

Foster: Quem foi e por que ele foi tão importante pra cultura brasileira?

Alexia: O Vinícius ele simplesmente era um poeta, dramaturgo, jornalista, diplomata

💡

dramaturgo - playwright diplomata - diplomat

Foster: Tá, para aí. Dramaturgo?

Alexia: Sim.

Foster: O que que é isso?

💡

o que que é isso? - what is that?

Alexia: É quando a pessoa tem o trabalho da elaboração de um texto com o objetivo de transportá-lo pros palcos, ou seja, todo mundo que escreve um roteiro para teatro, é um dramaturgo. Entendeu?

💡

palco - stage roteiro -script entendeu - did you get it? understood? know what I'm talking about

Foster: É um screenwriter.

Alexia: Teatro, teatro, é de teatro.

Foster: Yeah, scriptwriter, maybe.

Alexia: Não não é um rotei-, enfim, enfim, é isso.

Foster: Entendi, entendi. A gente vai achar a tradução perfeita e a gente vai colocar depois. Tá continua.

Alexia: Dramaturgo né, jornalista, diplomata, cantor e compositor. Ele é carioca, ele era carioca, nasceu em 1913 e morreu em 1980.

Foster: 13?

Alexia: Isso.

Foster: Caraca, não faço ideia que ele foi tão, sei lá, antigo na história.

Alexia: É. Ele morreu só com 66 anos, ele morreu super jovem.

💡

ele morreu super jovem - he died really young

Foster: Ele é mais famoso pelo que, pela música né?

Alexia: Pela música e pelos seus poemas. Na verdade assim, ele é muito famoso pelo fato de que ele casou 9 vezes.

💡

ele casou 9 vezes - he got married 9 times

Foster: Ele casou 9 vezes?

Alexia: 9 vezes.

Foster: Caraca, não sabia.

Alexia: Eu sinceramente não sei a quantidade de filhos que ele tinha, no total. Mas vocês podem imaginar que com certeza uma mulher não se dava bem com a outra, a ex mulher não se dava com a primeira mulher e assim ia..

💡

eu sinceramente não sei - honestly, I really don't know no total - in total

Foster: Imagino que tinha um pouco de.. um drama acontecendo aí. Mas ele se casou com alguma pessoa famosa?

Alexia: Sim. Pra sociedade carioca sim. Mas ninguém que...

Foster: Tinha fama internacional.

Alexia: ...Mereça atenção pra gente falar sobre.

Foster: Tá bom, mais alguma coisa sobre, tipo informação biográfica sobre ele?

Alexia: Ele era um puro apreciador de mulher ele amava as mulheres acima de tudo, ele vivia pras mulheres e de mulheres.

💡

apreciador de mulher - although this phrase can sound a bit sexist, apparently it doesn't hold that negative connotation in Brazil and the way Alexia said it.

Foster: Posso te parar, rapidamente? Você falou a frase “apreciador das mulheres”?

Alexia: Isso.

Foster: Tá, pra mim isso quase parece um jeito bom pra falar que ele maltratou as mulheres.

Alexia: Nossa, como assim? Apreciar algo é quando você gosta muito de…

Foster: Sim, mas parece um eufemismo.

💡

eufemismo - euphemism

Alexia: Não, não, não. Eu tô falando na mais pura… Se você perguntar, Vinícius o que você mais ama nessa vida? Mulheres. Ele se apaixonava por todas elas e eu não tô falando isso no sentido de… no sentido ruim.

💡

no sentido ruim - in a bad way

Foster: Psicopata.

Alexia: É, os poemas mais bonitos dele era sobre amor, a falta que certa pessoa fazia na vida dele. Era isso. E ele fumava muito, muito, muito, muito. Amava whisky.

Foster: Cigarro?

💡

cigarro - cigarettes

Alexia: É cigarro, quer dizer, pelo que a gente saiba né. E era muito amigo do Tom Jobim, do Toquinho, do Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lira.

Foster: Sim. E só para clarificar um pouco todos eles são os mais famosos, os músicos mais famosos do Brasil, Tom Jobim, João Gilberto, todos são gigantes.

💡

só para clarificar um pouco - just to clear up things a bit

Alexia: São. E o mais engraçado é que ele era diplomata, ele virou vice-consul em Los Angeles.

Foster: Caraca.

Alexia: Você sabia disso?

💡

você sabia disso? - did you know that

Foster: Não, não sabia. Caraca, estou aprendendo muito.

💡

estou aprendendo muito - I'm learning a lot

Alexia: Sim, ele era vice-consul em Los Angeles, aí depos ele voltou pro Brasil por causa da morte do pai, uma coisa assim, e depois ele voltou pra Paris e Roma, ele foi pra Paris e Roma também do campo diplomático mas não era um cargo tão alto assim.

💡

um cargo - a position, a role

Foster: Entendi. Bom não sabia da vida diplomática do Vinicius, mas quando eu penso sobre o Vinícius, eu penso na música, e sobretudo… sobretudo né?

Alexia: Uhum.

Foster: Sobre tudo ou sobretudo, qual é?

Alexia: Sobretudo.

Foster: Sobretudo. E sobretudo, Bossa Nova.

Alexia: Eu já sou o contrário, quando penso em Vinícius eu já penso nos poemas dele. Então... porque assim, alí em cima, ali em cima, antes eu descrevi os amigos cantores que ele teve. Só que pouca gente lembra que ele tinha muita amizade com Manuel Bandeira, Mario de Andrade e Oswald de Andrade, que são três grandes poetas também brasileiros.

💡

eu já sou o contrário - I'm just the opposite só que - it's just that amizade - friendship

Foster: Pode falar os nomes um pouco mais devagarinho? Pra nossos ouvintes e pra mim também?

Alexia: Manuel Bandeira, Mario de Andrade e Oswald de Andrade.

Foster: Sim, são todos gigantes também.

Alexia: Sim. E enfim, e o Vinicius agora falando um pouco sobre a vida dele, sem muita biografia, ele amava encontrar os amigos e ficar até tarde da noite e escrevendo e cantando. E uma super curiosidade que eu contei pro Foster, uma vez, foi que, a minha mãe, ela nasceu na casa em

frente à do Vinícius. E ela era muito amiga de uma das filhas dela, a Luciana, então quando minha mãe era pequena, ela ficava na casa do Vinícius junto com Toquinho, Tom Jobim e esses que eu citei anteriormente, brincando de boneca e corria pela casa enquanto eles estavam escrevendo Garota de Ipanema. Então… é muito surreal isso.

Foster: Surreal! Amor, você tem recomendações de músicas ou poemas, ou alguma coisa?

Alexia: Sim, "Eu sei que vou te amar", "Garota de Ipanema"

Foster: Você tá falando de música né?

Alexia: Sim. Só que assim, todas as músicas do Vinicius são poemas também. Isso que eu tinha pra falar.

Foster: Sim.

Alexia: Todas, sem exceção, são poemas. Porque nem toda música são poema.

💡

todas, sem exceção - absolutely all of the

Foster: Sim.

Alexia: Mas todas, todas, todas são.

Foster: Sim e também… posso colocar mais alguma coisa? Ele era compositor também, então algumas das músicas que ele escreveu ele não cantou as vezes né?

Alexia: É, ele escreveu pros amigos, né, faziam parcerias.

Foster: Sim. Então realmente o legado dele é mais profundo do que a maioria das pessoas percebe.

Alexia: Sim, exatamente. Então assim, as músicas que eu, os poemas que eu indicaria de cara seriam essas do: A felicidade, Chega de saudade, Eu sei que vou te amar, Garota de Ipanema, porque o mundo inteiro sabe...

Foster: Ele escreveu "A Felicidade"?

Alexia: Aham.

Foster: Aquela canção “Tristeza não tem fim…”

Alexia: “...felicidade sim...”

Foster: Sim. É uma música que ele e acho que o Tom Jobim escreveu pro…

Alexia: Foram, os dois.

Foster: Sim. Mas eles escreveram pro filme Orfeu Negro. Que é um filme fantástico que a gente tem que fazer um episódio depois sobre aquele filme porque eu amo.

Alexia: Sim, e além disso, tem o Soneto da Fidelidade que é maravilhoso. Enfim, gente tem tanta coisa, eu acho que tenho que gravar um Podcast só falando bilhões de músicas e poemas, uma atrás da outra pras pessoas lerem porque é incrível. É simplesmente...

Foster: Sim, sim, uma música que eu amo pessoalmente é Samba da Benção.

Alexia: Sim, é linda. Eu adoro o “Eu sei que vou te amar, por toda a minha vida eu vou te amar...”

Foster: É, é boa.

Alexia: “A cada despedida na na na...”

Foster: Sim, a gente pode falar o dia inteiro sobre o Vinicius, porque tem muita coisa aí. Mas…

Alexia: Podemos.

Foster: Eu acho que a gente pode parar por hoje. Você tem mais alguma coisa que você queira adicionar?

Alexia: Não. Escutem, descubram quem é Vinícius. Eu acho que no próximo episódio eu vou gravar alguma poesia que eu ame dele.

Foster: Seria ótimo.

Alexia: É e aí a gente fala um pouquinho mais dele durante essa temporada. Mas assim, é um dos meus preferidos da vida.

Foster: Perfeito, mais alguma coisa Alexia?

Alexia: Não, só isso. Obrigada, Foster.

Foster: Obrigado, até já. Tchau tchau.