🇧🇷

S02:E21 - Como Foster aprendeu português

Foster: Oi Alexia, tudo bom?

Alexia: Oi Foster, tudo e com você?

Foster: Tudo ótimo, obrigado. Então Alexia, hoje a gente vai falar sobre mim, né?

Alexia: Sobre você, sobre você e o seu relacionamento com o Português.

Foster: Já estou um pouco ansioso.

💡

Já estou um pouco ansioso - I'm already a little nervous

Alexia: Por quê?

Foster: Porque eu não gosto de falar sobre mim.

Alexia: Para com isso, você vai ajudar a todas as pessoas.

💡

para com isso - stop it, cut it out

Foster: Obrigado, amor. Então se é, se for pros outros, eu faço.

Alexia: Exatamente, a boa ação do dia.

💡

a boa ação do dia - the good deed for the day.

Foster: Tá, então, onde você quer começar?

Alexia: Eu quero começar te perguntando o que eu pergunto pra todos os meus alunos que, por que que você quis começar a aprender Português?

Foster: É uma história longa mas eu vou te dar a versão simples, tá?

Alexia: Aham

Foster: Mas realmente eu acho que o Português e também o Brasil escolheu a mim.

Alexia: Como assim?

💡

Como assim? - What do you mean? This is a great phrase if you did not completely understand something and are looking for a little more clarification.

Foster: Bom, eu estava estudando nos Estados Unidos fazendo um mestrado em relações internacionais ou negócios internacionais e o programa que eu estava fazendo, você tem que fazer um ano nos Estados Unidos estudando coisas, negócios, etc, e um ano fora e como eu já falei espanhol, é...

💡

Mestrado - A master's program

Alexia: Já falava.

Foster: Como eu já falava. Caraca...

Alexia: Você sempre erra isso.

💡

Você sempre erra isso - You always mess that up

Foster: É, eu sempre esqueço qual é. Como eu já falava espanhol, eu decidi, bom, português seria interessante, seria um pouco mais fácil do que sei lá, chinês... E o programa, meu programa estava localizado no Rio, então eu falei, bora gente. Passar um ano no Rio era uma oportunidade fantástica, então foi isso.

💡

bora gente - let's do this

Alexia: Ótimo, e bom, aí você chegou aqui, você já tinha feito aulas de português antes de vir ou você deixou pra aprender tudo aqui?

💡

antes de vir - before coming (before arrival)

Foster: Muito pouco, muito pouco. Na verdade eu fiz mais ou menos tipo um mês intensivo de aulas, que eu estava estudando sozinho, escutando muita música e também fazendo aulas com a faculdade. Mas quando eu cheguei, ainda eu falava muito pouco.

Alexia: É mas aí você conseguia se virar...

💡

você conseguia se virar - you could get by. If someone ask about your Portuguese, you can always say, "Me viro." Which simply means, I can get by.

Foster: Sim, eu estava falando portunhol, que é...

Alexia: Portunhol!

💡

'Portunhol' is a combination of Spanish and Portuguese that most Brazilians speak when travelling in Spanisk-speaking countries.

Foster: Portunhol que é uma mistura de espanhol e português

Alexia: Eu acho que a gente já pode considerar portunhol como uma língua né, do mundo

Foster: É porque tem como a gente estava em Chile, Argentina, Uruguai, todos os brasileiros estavam falando portunhol.

Alexia: Então, você viu?

Foster: É, no começo.

Alexia: Sim.

Foster: Mas no final da viagem você estava falando espanhol.

Alexia: Obrigada. E aí você chegou com o seu pouco conhecimento e aí você aprendeu português assim na marra né, como a gente gosta de falar.

💡

conhecimento - knowledge

Foster: Na marra quer dizer o que?

Alexia: No dia a dia, nas experiências, sem ninguém te ensinando, é tipo na marra.

💡

na marra - learn by doing, learning through experience

Foster: Sim e não. Eu estava fazendo aulas na faculdade, mas eu fiz poucas aulas e eu diria que 90% do português que eu aprendi foi nas ruas, conhecendo gente e também coisas que eu estava fazendo sozinho como escutando música e estudando pela internet.

Alexia: E, bom, você veio com um grupo de amigos, né?

Foster: Sim de, eu acho que, era um grupo de 6 gringos, sim.

Alexia: Eles também aprenderam português que nem você?

Foster: Eles aprenderam português também, é a pergunta?

Alexia: É.

Foster: Não entendi.

Alexia: Eles aprenderam Português que nem você?

Foster: Que nem você quer dizer o que?

Alexia: Como você.

Foster: Ah ta. Tinha muita variedade. Tinha por exemplo um cara que não falava nada e nunca aprendeu. E tinha uma menina, uma mulher que já era casado com...

Alexia: Casada.

Foster: Casada com brasileiro, então ela falava muito melhor comparado com o resto, então todo mundo tinha níveis diferentes.

Alexia: E qual é sua maior, digamos o que que você acha que é a maior diferença entre o espanhol e o português?

💡

digamos - let's say, let's suppose

Foster: É... Os sons, com certeza. Com certeza. Porque..

💡

com certeza - for sure, without a doubt

Alexia: Como assim?

Foster: Agora eu vou falar como professor, porque eu sou professor de inglês. Mas gramaticamente, são línguas bem, bem parecidas. Por exemplo, se pode ler espanhol, provavelmente pode ler português e entender 90% e vice-versa também. Então falando da estrutura e a gramática das línguas são bem parecidas. Mas foneticamente falando dos sons, eu acho que foi uma coisa que eu percebi logo, que me ajudou muito, é que o português é bem diferente, tipo é um idioma totalmente distinto do espanhol.

Alexia: É, eu sempre falo isso pros meus alunos também que o Português tem 55 sons e o espanhol 30, 35...?

Foster: 38 se não me engano.

Alexia: É muito menos, muito menos.

Foster: Sim.

Alexia: E se você fosse falar qual é a palavra mais difícil pra você em português?

Foster: Amor eu não quero fazer isso agora não.

Alexia: Por favor!

Foster: Borbulata

Alexia: Borboleta

Foster: Boboleta. Que é Butterfly em inglês, mas, não sei, é uma palavra que eu nunca peguei, eu não falo certo e Alexia sempre está me sacaneando e...

💡

Alexia sempre está me sacaneando - Alexia is always making fun of me, giving me a hard time

Alexia: Não estou sempre não, não estou sempre não. Ah mas é muito melhor você saber, você não saber falar borboleta do que eu com a minha dificuldade falando something.

Foster: É por exemplo, a Alexia tem muita dificuldade em falar a palavra something que vai aparecer em cada conversa sempre e Butterfly quase nunca, uma vez por ano.

💡

uma vez por ano - once a year

Alexia: E olhe lá.

Foster: Mas amor eu posso voltar pros sons, rapidamente?

Alexia: Claro.

Foster: É que pras pessoas que já sabem um pouco de espanhol, tanto faz se você somente estudou um pouco de espanhol no colégio. Você tem que perceber que é tão diferente, não somente os sons, mas o ritmo, o jeito que os brasileiros tem quando eles tão falando, por exemplo, em espanhol é tão tipo, “Hola que tal...” [espanhol] . Tem um ritmo que é tão diferente, mas o brasileiro tem muito mais musicalidade, né?

Alexia: É isso que eu ia falar, você consegue mudar o tom de alguma frase em dois segundos então da forma como você fala, da forma como você canta, a língua é muito diferente do espanhol.

Foster: Exatamente. Por exemplo, se eu falar... “Sí, sí...”. Mas em português é tipo, Claro, cara, eu te entendo perfeitamente. É tipo, você está cantando.

Alexia: E se você quiser ironizar: “Aham, claro, te entendo perfeitamente."

💡

ironizar - to make something ironic, to make a parody of something

Foster: Aham.

Alexia: É, acho isso muito engraçado. Mas enfim, e qual conselho você daria pras pessoas que tão começando a aprender português agora e não sabem de nada de espanhol?

💡

qual conselho você daria pras pessoas - what advice would you give people...

Foster: E não sabem nada de espanhol?

Alexia: É.

Foster: Bom, duas coisas, se é a primeira ou segunda língua sua, quer dizer, é a primeira vez que você está aprendendo uma língua nova... É complicado né

Alexia: Ficou horrível. Se é primeira lingua sua além da nativa.

💡

ficou horrível - that was terrible

Foster: Bom, eu acho que a coisa mais importante é perceber que o processo de aprender um idioma novo é difícil, e focar no processo, você tem que pensar que todos os dias você está aprendendo uma coisa nova e realmente ter um bom professor é importante. Mas se você já sabe como aprender línguas, somente focar no som e no ritmo do Português e escutar música brasileira e praticar com o Carioca Connection. Simples.

💡

'Simples' is always plural in Portuguese.

Alexia: É, exatamente. Ótimo, adorei os conselhos. Você acha que tem alguma coisa a mais pra falar pras pessoas sobre?

Foster: Sim, mas pra um outro episódio. Que são as vogais nasais em Português que não existem em inglês e nem existe em espanhol. Por exemplo, “não”, é bem difícil.

Alexia: Não, tão, são... sim..

Foster: Sim. Bom, Alexia, mais alguma coisa?

Alexia: Não, acho que é só isso, então para todos, bons estudos, happy learning.

Foster: Obrigado Alexia, eu tenho que dar uma aula agora então a gente se fala logo. Até já, já!

Alexia: Sim. Tchau!

Foster: Tchau!