🏖️

S02:E09 - Praia do Sono (secluded beach in Rio de Janeiro, Brazil)

Foster: Olá, Alexia!

Alexia: Oi, Foster!

Foster: E aí, tudo bom?

Alexia: Tudo e com você?

Foster: Tudo ótimo! Então, é, Alexia! Vamos falar sobre o que, hoje?

Alexia: O que a gente prometeu no podcast passado, né? Que é coisa para fazer ao redor de Paraty.

💡

coisa para fazer ao redor de Paraty - things to do around Paraty

Foster: Sim, a gente tem problemas com isso de prometer que a gente vai…

Alexia: Coisas!

Foster: Falar sobre! Prometer coisas e não…

Alexia: E pior que não é nem tipo “vamos prometer e não vamos fazer mesmo!”. Não, é esquecimento!

💡

é esquecimento - it's forgetfulness, absent-mindedness

Foster: É! Mas, vamos mudar tudo isso! E agora a gente está falando sobre Paraty. No último episódio estávamos falando sobre Paraty mesmo e...

💡

vamos mudar tudo isso - we are going to change all of this

Alexia: Cidade Histórica.

💡

cidade histórica - historic city

Foster: Centro Histórico. E agora vamos falar sobre ao redor da cidade, porque tem muita coisa. Tem cachoeiras, tem praias lindas, é um dos meus lugares prediletos do Brasil inteiro. Então, Alexia, por onde você quer começar?

💡

predileto - favorite (this is a good word to replace using favorito ou preferido all the time)

Alexia: Vamos começar pela Praia do Sono?

Foster: Praia do Sono! Praia do Sono! Eu lembro que antes do que a gente foi para a Praia do Sono, eu ganhei um GoPro, pro Natal, então existe um vídeo na internet não sei onde é mas é um vídeo ridículo da nossa viagem! Então vou postar também.

💡

In Portuguese, you always "win" gifts and presents. So what did I get for Christmas, " Ganhei um GoPro!"

Alexia: É! O Foster na verdade ele carregava a GoPro para todos os lugares, né? Aliás a gente não fala GoPro, a gente fala "GoPró".

💡

carregar - to charge, to take around

💡

Normally, I see the verb 'carregar' only referring to charging something (like electronics), but in the case, Alexia is referring to the fact that I was always carrying around my GoPro.

Foster: “GoPró”.

Alexia: É.

Foster: Não faz sentindo. Mas não é um epiśodio sobre GoPro e minhas… Meus hábitos.

Alexia: Bom, fomos para Paraty com o Zack, né, amigo do Foster, primeira vez na América do Sul.

Foster: Americano, gringo pra caramba.

Alexia: Americano, três metros de altura, super branco, super loirinho, super tudo! Então, é...

Foster: Sim! Todo mundo achava ele Alemão.

Alexia: É! Exatamente. Bom, a gente resolveu ir para a Praia do Sono. A Praia do Sono ela fica um pouco afastada do Centro Histórico. Você tem que ir ou de carro ou de ônibus.

💡

Again, we see this word 'afastada,' which means something is far away.

Foster: Sim. O que eu recomendo… Bom! De ônibus não é a coisa mais legal do mundo, quer dizer que não vai ser a experiência mais divertida mas, vai ser a experiência mais autêntica, com certeza.

Alexia: Vai ser uma experiência antropológica, isso eu posso garantir.

💡

isso eu posso garantir - this I can guarantee you

Foster: Sim. E também é tipo, 2 reais.

Alexia: Não, não exagera! Não são dois reais só mas, é muito baratinho! Bom, você tem que ir para a rodoviária de Paraty, que é o único lugar de ponto de ônibus que tem em Paraty, grande. Que você chegando lá é no meio da cidade, você não vai ter nenhum problema. Pode comprar passagem em cima da hora porque vai ter ônibus de 20 em 20 minutos...

💡

pode comprar passagem em cima da hora - you can buy tickets at the last minute de 20 em 20 minutes - buses leave every 20 minutes

Foster: A cada 20 minutos.

Alexia: Saindo…

Foster: É.

Alexia: E, enfim, você entra e já vou adiantando, são ônibus velhos, bem velhos que você acha que vai quebrar no meio do caminho.

Foster: É, realmente o ônibus é uma coisa que dá um pouquinho de medo pra mim. E pros americanos, pros gringos, geral… Porque eu lembro que tinha um momento que o Zack, meu amigo, me deu uma olhada como “Caraca, gente! Vamos morrer!”. E eu olhei pra Alexia e a Alexia estava lá de boa, tipo escutando música.

💡

me dá medo - makes me scared, afraid

Alexia: Eu tava aproveitando a vista!

💡

eu tava aproveitando a vista - I was taking advantage of the view

Foster: E eu pensei: “Nossa! A minha namorada realmente é brasileira!”

Alexia: É, o começo da viagem… Porque demora mais ou menos uma hora, uma hora e pouco para chegar, né, na Praia do Sono de ônibus.

Foster: Não!

Alexia: Sim!

Foster: Não tanto! Meia hora!

💡

Is anyone else realizing that Alexia and I have a different sense of time? Maybe this a Brazilian thing I'm just catching on to.

Alexia: Eu não acho isso não! De ônibus pra subir e descer aquela serrinha?

💡

serrinha - little hill

Foster: Não, você está pensando em Trindade!

Alexia: Bom, enfim! Demora entre meia hora a uma hora, vamos deixar bem claro isso…

Foster: Tá!

Alexia: E aí você pega uma reta, uma estrada de linha reta, e depois você começa a subir uma serrinha pra chegar…

💡

você pega uma reta, uma estrada de linha reta - you get on the highway that is pretty much a straight shot

Foster: Uhum! Serrinha é como um cerro, né? Uma montanha…

Alexia: Uma mini montanha!

Foster: Sim!

Alexia: É! E é pra você chegar na boca da trilha, né? Porque para você conseguir chegar na Praia do Sono, você pode chegar de duas formas: ônibus ou pelo mar. Se você estiver em outra praia, você pode pegar um barco e chegar até lá...

💡

na boca da trilha - the head of the trail (sometimes called the foot of the trail in English.) Simply where the trail starts.

Foster: Sim…

Alexia: Mas você tando no Centro Histórico pra ir…

Foster: Só para deixar bem claro: a Praia do Sono não pode chegar lá, tipo, não pode ir de carro e chegar na praia. É bem afastado mesmo. Pode ir de barco…

💡

é bem afastado mesmo - seriously, it is really hard to get to

Alexia: Ou a pé!

💡

ou a pé - or you can go by foot.

Foster: Estamos falando de um barquinho, com um cara local, que se você é gringo você não vai entender nem uma palavra que ele está falando ou, você pode ir a pé. De pé ou a pé?

Alexia: A pé!

Foster: A pé. Então, me fala sobre a trilha.

Alexia: A trilha foi bem difícil no começo. Eu sofri! Não é por nada não! Porque era só subida, por meia hora!

💡

Eu sofri! Não é por nada não! - I was struggling, and not for nothing!

Foster: Sim! Bom… Eu sou um pouco mais… Não sei…

Alexia: Atlético!

Foster: “Alético”, não!

Alexia: Atlético.

Foster: Atlético.

Alexia: Isso.

Foster: Não, mas, eu gosto de andar, eu gosto de fazer trilha.

Alexia: Eu também! Mas de subida, não!

Foster: Mas você sempre acha um pouco mais difícil. Mas eu diria que é intermediário.

Alexia: Eu não gosto de subidas. Esse é o meu problema. Eu canso muito em trilhas que tem subidas!

Foster: É mas eu tô falando pra qualquer família que está… Bom, vamos supor que um casal de quarenta anos, dá pra fazer!

Alexia: Claro que dá!

💡

claro que dá - of course you can

Foster: Dá pra fazer mas demora, o que? Uma hora e meia?

Alexia: Por aí!

💡

por aí - yeah that sounds about right

Foster: Você sabe fazer trilha, vai ser uma coisa fácil, de uma hora… Mas pode se de duas horas se você é mais devagarinho.

Alexia: É! E a trilha é muito bonita! Você vai passar por lugares lindos.

Foster: Tão bonita! Você está na Floresta Amazônica!

Alexia: É! Não pega celular, não tem sinal de nada.

💡

não pegar celular - there is no cell service/coverage

Foster: Não! Floresta “Alântica”.

Alexia: O que você falou?

Foster: Floresta Amazônica?

Alexia: Não! Mata Atlântica!

💡

The Atlantic Rainforest that covers much of the state of Rio de Janeiro

Foster: Mata “Alântica”!

Alexia: Atlântica!

Foster: At...Lântica!

Alexia: Atlântica! Você coloca a língua no céu da boca. Atlântica!

💡

no céu da boca - on the roof of your mouth

Foster: Mata Atlântica!

Alexia: Isso.

Foster: Mata Atlântica!

Alexia: Sem a língua no meio dos dentes. Atlântica.

Foster: Mata Atlântica.

Alexia: Perfeito.

Foster: É uma coisa que nunca entendi… Porque quando a Alexia fala o nome da cidade Atlanta, ela não pode!

💡

é uma coisa que nunca entendi - it's something that I never understood

Alexia: Não!

Foster: Fala Atlanta!

Alexia: Atlanta.

Foster: Viu? Então, é… Eu queria falar que é um… Como é que fala? É, um… Rainforest. 

💡

como é que fala - how do you say? You can also say "Como se diz?"

Alexia: Sim. Floresta Tropical.

Foster: É porque Mata Atlântica é um Rainforest. Que não sei as normas tipo, as regras e as coisas técnicas pra ser considerada um Rainforest mas, é incrível. Quer dizer que tem, sei lá, animais, que tem passarinhos, é muito, muito bonito!

Alexia: É muito… É, é incrível e quando você chega no final trilha… Porque tudo é uma subida e depois você tem que descer, né, pra chegar na altura do mar, óbvio. E aí quando você chega lá em cima, lembra disso? Você vê aquela vista maravilhosa!

💡

lembra disso? - do you remember that? vista maravilhosa - a wonderful view

Foster: Sim!

Alexia: Da praia!

Foster: Sim, eu vi. Que tinha um par de franceses lá, e...

Alexia: Não, não tinha um par de franceses. A gente não fala que tem um par de franceses.

Foster: Tinham duas franceses.

Alexia: Tinham dois franceses. Não fala “tinha um par”. A gente nunca fala “tinha um par de pessoas”.

Foster: Tá, é! Mas, quando você vê a praia pela primeira vez é uma coisa incrível! Me fala da praia, da praia mesmo!

Alexia: Ah! Aí a gente desceu chegou na praia, até que tava com mais gente do que o normal porque era verão, lembra? E também tava tendo a Bienal do Livro então tava com um pouco mais de gente que o normal.

💡

a gente desceu - we went down (think descended)

Foster: É mas como… Talvez… É uma praia bem grande! Tipo bem larga. Longa!

Alexia: É! É uma praia longa cheia de casa de pescador, que são pessoas que moram naquela praia, vivem daquilo e normalmente tem um restaurante que é restaurante que vende pastel ou sanduíche…

💡

'Pastel' is a typical fried dish often served on the streets of Brazil. One of Alexia's favorites. Can be served with cheese, meet, or sweet fillings.

Foster: Peixe…

Alexia: Cerveja, peixe! Ou eles têm um lugar pras pessoas acamparem. Eles são de camping.

💡

eles são de camping - they are campers, they are camping

Foster: Sim, mas eu diria que tinha no máximo 40 pessoas.

Alexia: É! Então isso eu já considero um… Já bastante gente pra Praia do Sono.

Foster: Tá, mas, pra mim parecia que não tinha ninguém! Que se você pegar um bom dia pode ser uma praia basicamente privada.

Alexia: É! A Praia do Sono é considerada um ambiente de preservação ambiental então, toda a mata em volta e tudo o que envolve a Praia do Sono, é… As pessoas não podem destruir, não podem construir sem autorização, é bem organizado.

💡

um ambiente de preservação ambiental - an environmentally protected area

Foster: É, é preservado.

Alexia: Mas é… A gente fala que é uma praia de pescador. Que é todo mundo na calma vive daquilo…

💡

todo mundo na calma - everyone is calmed, relaxed

Foster: Sim, gente boa! Super calma, tranquilo… E também a água lá, o água?

💡

gente boa - good people, nice people (you can also use gente boa to just refer to one person)

Alexia: A água!

Foster: A água lá estava perfeita. Porque, por exemplo em Ipanema, Copacabana, às vezes tem muita, muita onda! E às vezes é difícil, tipo, nadar né? Mergulhar! Mas lá é…

Alexia: É lá é piscina!

Foster: Piscina mas tem onda mas é onda perfeita!

Alexia: É onda pequena!

Foster: É, eu amei! Amei! É um lugar fantástico! Bom, como que a gente voltou?

Alexia: É! E aí você pode alugar uma casa, você pode fazer camping, e enfim, ou então passar o dia igual que a gente. Como é que a gente volta? Ou a gente faz a trilha de novo, ou pega um barco que aí vai te levar para o Condomínio das Laranjeiras, e esse Condomínio das Laranjeiras é uma briga com o pessoal da cidade porque…

💡

o pessoal da cidade - the people that live in the city (you can use "pessoal" to refer to almost any group of people)

Foster: Laranjeira é?

Alexia: Ahn?

Foster: Laranjeira pode explicar pra gente o que é?

Alexia: Laranjeira na verdade é uma árvore de laranjas. Orange Tree.

Foster: Orange Tree. E também é um bairro no Rio de Janeiro.

Alexia: Sim!

Foster: E é engraçado que eu morei em Laranjeiras por quase um ano, ah, seis meses, e sem pensar que Laranjeira realmente é uma árvore.

Alexia: Quando você descobriu você ficou impressionado! “Ah, verdade!”

Foster: Mas também é um barquinho, né?

Alexia: O que?

Foster: Laranjeiras.

Alexia: Barquinho?

Foster: Você não está falando sobre isso?

Alexia: Não, você pega um barco para o Condomínio das Laranjeiras.

Foster: Ah, entendi!

Alexia: Lembra aquele condomínio só com casa multimilionária que…?

💡

casa multimilionária - multi-million dollar houses, mansions

Foster: Sim, sim, sim! Sim, é tipo um resort.

Alexia: É. E aí você pega um barco e depois você pega um carrinho dentro do próprio condomínio. E você passa por dentro do condomínio, te deixam no ponto de ônibus e você pega um ônibus de volta para o centro da cidade. Só que o ônibus de volta, passa de uma em uma hora. Então se você chegar lá e tiver demorando, espera, que vai chegar. Mas, tem que ter um pouco de paciência.

💡

passa de uma em uma hora - comes every half hour tem que ter um pouco de paciência - you need to be patient

Foster: É, a gente ficou lá brincando com o cachorro.

Alexia: É, verdade!

Foster: Super legal! Super recomendo! É perfeito para um dia! Né?

Alexia: É perfeito para um dia.

Foster: Se você pode acordar, não sei, não precisa ir super cedo mas às oito e voltar às quatro.

Alexia: É!

Foster: Dar um descanso, e dar pra jantar.

Alexia: E sair pra jantar.

Foster: No Centro Histórico.

💡

Centro Histórico - the historic center, downtown

Alexia: É, acho que é perfeito!

Foster: Dia literalmente perfeito! Tá! Alexia acho que é suficiente para um episódio e no próximo podemos falar sobre as cachoeiras, Trindade, etc. Ta bom?

Alexia: Ta bom!

Foster: Mais alguma coisa?

Alexia: Não!

Foster: Alguma dúvida?

Alexia: Não deixem de fazer esse passeio!

💡

não deixem de fazer esse passeio! - don't go without going on this hike!

Foster: Sim, por favor! “Fazem”! É uma das coisas mais legais que eu fiz na minha vida.

Alexia: Sim, por favor! Façam!

Foster: Façam!

Alexia: Isso!

Foster: Beleza! Então, é só isso gente! Até já já!

Alexia: Tchau!

Foster: Tchau!