🥳

S02:E06 - Revellion e o ano novo

Foster: Hola Alexia! Que tal?

Alexia: Oi Foster, tudo bem?

Foster: Tudo bem! Eu já falei que “que tal”, bom, onde estamos, Alexia?

Alexia: Estamos em Buenos Aires na Argentina!

Foster: Sim, estamos na Argentina em Buenos Aires e por isso eu já peço desculpas, Alexia, que provavelmente vai sair um pouco de espanhol da minha boca, porque eu estou falando muito espanhol ultimamente, né?

💡

eu já peço desculpa - I'm already asking for forgiveness ultimamente - lately

Alexia: Ele é um menino muito internacional, sabe gente? Então… He can’t handle himself!

Foster: Cidadão global! Prefiro esse termo! Pretencioso… Bom, Alexia! Eu queria falar com você hoje sobre goals. Que em inglês seria New Year’s Resolutions mas até não sei se tem essa palavra… Eu sei que a palavra objetivo existe em português mas, como é que você falam sobre o começo do ano, você quer fazer coisas novas, você quer se melhorar...

Alexia: É muito fácil! 2018… Bom! Resoluções de Ano Novo. Então… Resolutions, resoluções! It’s almost the same thing.

Foster: Então, mais uma vez: resoluções do ano novo?

Alexia: Resoluções de ano novo.

Foster: Tá, ótimo! E você acha que é uma coisa normal pro brasileiro, tipo, nos Estados Unidos pelo menos sempre, sempre, no mês do Janeiro tem uma febre nos Estados Unidos que todo mundo quer sei lá, quer fazer algum tipo de auto-ajuda, tem várias resaluções, resu…

Alexia: Resoluções.

Foster: Resoluções!

Alexia: Isso! Se escreve com “s” mas é o som de “z”.

Foster: Eu já te falei que eu vou sofrer um pouco hoje!

💡

eu já te falei que eu vou sofrer um pouco hoje - I already told you I'm going to struggle today In general, Brazilians use the word "sofrer" when they want to express struggle. Even though the literally translation would be "to suffer," most of the time they are not referring to physical pain.

Alexia: Bom, eu acho que depende. Todo mundo o final do ano, nos últimos dias de Dezembro, começam a falar “em 2018 eu vou parar de beber!”...

Foster: Eu já falei…

Alexia: “Em 2018 eu vou parar de fumar!”; “Em 2018 eu não sei o que…”. E tem gente que não, que leva super a sério tem uma listinha do que quer atingir em cada mês, do que quer atingir durante o ano. Então acho que depende de cada um. Não é uma febre como nos Estados Unidos como você tá falando mas, sim, eu acho que as pessoas guardam mais para o pessoal no Brasil.

💡

leva super a sério - they take it very seriously tem uma listinha do que quer atingir - they have a list of everything they want to achieve.

Foster: É, acho que é quase igual nos Estados Unidos, que a maioria das pessoas tem… Sempre tem objetivos, coisas que eles querem fazer…

Alexia: São metas.

Foster: Sim, sim! Metas!

Alexia: Isso!

Foster: Pode falar metas também?

Alexia: Metas.

Foster: Meta seria objetivo também, né?

Alexia: É, é.

Foster: Tá. É, bom! Eu estava lendo um artigo que a maioria dos objetivos é... Dos resoluções…

Alexia: Das…

Foster: Das resoluções! Nossa Senhora! Desculpa gente! Acabam antes do dia 20 de Janeiro, eu acho. Que cê acha disso?

Alexia: Por que? As pessoas simplesmente não levam pra frente?

💡

as pessoas simplesmente não levam pra frente? - people simply don't carry out their plans, go through with their plans

Foster: Sim, sim! É tipo no primeiro dia do ano, você vai pra academia, você fala que vai três vezes por semana e na última semana do Janeiro você já tem algum compromisso e já foi!

💡

academia - gym (common false friend)

Alexia: É! Esse tipo de resolução de ir mais a academia… Ou por exemplo: comer menos carne, essas coisas, eu até falo que eu vou fazer! Vou fazer mais exercício, vou ser mais saudável, mas isso tudo depende de onde você tá morando, onde você vivendo, o seu estilo de vida e o quanto dinheiro você tem. Então eu acho que muita gente também começa nesse esquema e depois fica pensando… Ah! Por exemplo: ir numa nutricionista, tirar sangue, botar pra… Pra exame, e aí vê o tipo de comida que você pode comer e tal. Que muita gente faz isso, né?

Foster: É.

Alexia: E aí as pessoas param no meio do caminho porque dá muito trabalho. Então as metas acabam se perdendo, dependendo.

Foster: É! É a coisa com as metas, né? São difíceis!

Alexia: Sim! Senão não seria uma meta, né?

Foster: É! Então, você é um tipo de pessoa que você normalmente faz isso no começo do ano, falando tipo, sei lá, em 2018 vou aprender uma coisa nova?

Alexia: Não, eu sou uma pessoa que tenho duas grandes metas prum ano. Que eu não gosto de falar, desculpa gente, porque eu acho que acabam não acontecendo. Então acabo guardando só para mim.

💡

Alexia is literally saying "para um ano," but in normal speech Brazilians just use the contration "prum"

Foster: Você acha que é má sorte?

Alexia: Sim, é uma coisa… Não! Não é má sorte mas é… Como é o nome daquilo? É… Ai Meu Deus! Esqueci o nome!

Foster: Azar?

Alexia: Não é que atraia o mau olhado mas eu guardo só pra mim! E aí se eu preciso que alguém saiba para me ajudar a conquistar essa meta, aí eu falo pra pessoa. Mas do contrário, eu deixo só para mim.

Foster: Interessante, interessante! Porque olha gente! Eu estou falando com a minha namorada de mais de dois anos já e eu estou somente aprendendo isso agora! Que ela tem objetivos…

Alexia: Você sabe das minhas coisas!

Foster: Segredos..

Alexia: E objetivos desse ano! Não! Você sabe todos!

Foster: Mas eu não sei quais são!

Alexia: Aí é outra história! Não, você sabe todos!

Foster: Tá, tá!

Alexia: Ele tá me olhando com uma cara tipo “em que momento você me contou?”

Foster: Tá, desculpa Alexia! Mas vou te sacanear um pouco. Mas, você não acha que seria mais inteligente ou pelo menos mais razoável falar suas metas ou seus objetivos para as pessoas souberem das metas, né? Porque daí você tem a questão de, sei lá, pressão social… Ou acho que aumenta a probabilidade que você vai conseguir essa meta.

💡

Tá, desculpa Alexia! Mas vou te sacanear um pouco - I'm sorry Alexia, but I am going to mess with you a little bit

Alexia: Eu acho ao contrário. Dependendo… Dependendo de qual for a sua meta. A palavra que eu tava atrás era superstição.

Foster: Ah, sim!

Alexia: É, é um pouco de superstição, sim. Pode ser bobagem, pode ser gente que não acredite nem nada mas eu sou do tipo que quanto menos pessoas souberem da sua vida, melhor.

💡

pode ser bobagem - it can be a little silly

Foster: Sim.

Alexia: Então… Em relação a essas duas grandes resoluções eu prefiro manter pra mim e se alguém precisar saber eu vou e falo. Mas do contrário, não. Mas, por exemplo, metas do tipo: aprender espanhol, né? Que eu vou começar segunda feira com as aulas, brigada Foster!

Foster: Você já está aprendendo bastante mas, também, eu comprei aulas para a Alexia e eu falei: “você está fazendo!”. Então esse foi um objetivo meu também.

Alexia: Sim!

Foster: Melhorar o meu espanhol que está um pouco, é, sei lá… Estou sofrendo um pouco com espanhol e português hoje em dia.

Alexia: Outra coisa que eu me prometi em 2018 que era ler pelo menos um livro por mês. Infelizmente agora em Janeiro já não consegui concluir isso!

💡

ler pelo menos um livro por mês - read at least one book per month

Foster: Já estamos em Fevereiro, amor!

Alexia: Exatamente! Não vou conseguir concluir isso porque tinha que comprar o livro no seu Kindle e eu acabei não comprando. Então agora vai voltar em Fevereiro.

Foster: Tá, tá! Amor, você sabe que eu te respeito, te amo muito mas, duas coisas: primeiramente eu acho o negócio de superstição?

Alexia: Superstição.

Foster: Superstição. Meio… Um pouco de uma bobagem. Também eu acho que se o seu objetivo… Se o seu objetivo do ano é ler uno menos… Pelo menos! Espanhol! Um livro por mês e em Janeiro você não fez você está dando a culpa para mim!

Alexia: Não, não tô dando a culpa para você não! Eu falei que eu esqueci de baixar!

💡

Não, não tô dando a culpa para você não! - No, I'm not blaming you! Note how many times Alexia can say "não" in one tiny phrase :)

Foster: Tá! Então eu acho que se você tivesse falado isso para mais pessoas…

Alexia: O que? As pessoas iam mandar mensagem me cobrando?

Foster: Não mas agora proactivamente…

Alexia: Retrospectivamente. Em retrospecto. Quando você for falar alguma coisa do passado é.

💡

em retrospecto - in retrospect

Foster: Mas, eu queria falar "retroactively".

Alexia: Então é “em retrospecto”.

Foster: Tá, pode ser! Pode ser! Mas agora todo mundo sabe que você não conseguiu.

Alexia: Não!

Foster: Então vamos trabalhar nisso.

Alexia: Essa meta acabou dia 11 de Nove… De Janeiro!

Foster: Ta bom!

Alexia: E quais são os seus objetivos e resoluções?

Foster: Objetivos eu tenho vários, como sempre! Primeiramente é recuperar o meu espanhol e acho que já estou fazendo bastante bem isso! Porque estou falando espanhol todos os dias, estou morando agora em Argentina e semana que vem Uruguai, a semana passada no Chile. Então, acho que estou indo bem! E também eu tenho objetivos relacionados com minha saúde, como… Fazer mais exercícios, como sempre. Então eu queria falar rapidinho os objetivos normais e como falar isso em português, tá?

Alexia: Sim!

Foster: Sobre academia, saúde física, quais são as palavras claves?

Alexia: Claves? Chaves!

Foster: Chaves! Meu Deus!

💡

'Meu Deus' literally translates to my God! However, Brazilians use a ton of religious terminology quite liberally and a more appropriate is perhaps something along the lines of "Good Grief!"; "Goodness gracious"; "My Goodness", etc."

Alexia: Palavras chaves!

Foster: Palavras chaves!

Alexia: Em que sentido?

💡

em que sentido - in what sense? This is a great phrase to have when you just need some extra clarification.

Foster: Ah, por exemplo: “eu quero ir para a academia três vezes por semana!” Então, academia. Que mais com saúde e física?

Alexia: Exercício, dormir melhor porque ajuda…

Foster: Sim… Sobre a comida...

Alexia: Comida saudável ou uma reeducação alimentar.

Foster: Uma o que?

Alexia: Reeducação alimentar.

Foster: Sim, pode ser.

Alexia: É…Disciplina.

Foster: Pode falar dieta?

Alexia: Sim! Eu já colocaria isso dentro da reeducação alimentar.

Foster: Sim, sim! Mas, se você está tentando perder peso como que falaria?

Alexia: Fazer uma dieta.

Foster: Fazer uma dieta.

Alexia: Sim. Ou fazer um detox.

Foster: Detox. É! É que é um pouco diferente, né? É mas se alguém te fizer a pergunta: “você está tentando perder peso?” você falaria: estou de dieta, fazendo dieta? Como que é?

Alexia: Não, é: eu já tô de dieta. Fazendo uma dieta, tô de dieta. Os dois funcionam. E ou então por exemplo: ah! Comecei uma dieta ontem. Ou vou começar uma dieta em Março.

💡

'estou fazendo uma dieta' and 'estou de dieta' can both be used for "I'm on a diet."

Foster: Legal! Legal! Então é uma coisa que obviamente estamos um pouco atrasados com o tema que já é fevereiro mas, é uma coisa que todo mundo está falando sobre, né? Como se melhorar, como te auto ajudar, né?

Alexia: Sim!

Foster: É, então acho uma boa. Aprender essas coisas e pensar como falar sobre você. 

💡

acho uma boa - I think it's a good idea

Alexia: Quando você fala “como se melhorar”, não, não existe. É “como melhorar a si mesmo” .

Foster: Como melhorar a si mesmo.

💡

como melhorar a si mesmo - how to improve yourself

Alexia: Isso.

Foster: Tá!

Alexia: E no caso de mulher é: “como melhorar a si mesma.”

Foster: Perfeito, perfeito! Então, tem mais um episódio depois. Eu quero falar mais sobre objetivos mas eu acho que por agora a gente pode deixar aí. O que você acha?

Alexia: Eu acho ótimo! Vou voltar aqui para os meus dois grandes objetivos do ano!

Foster: Ler um livro e...

Alexia: Não, são esses!

Foster: Ta bom Alexia! Mais alguma coisa?

💡

mais alguma coisa? - anything else?

Alexia: Não, só isso!

Foster: Tá, até já já!

Alexia: Tchau, gente!

Foster: Tchau!